Um Capoeira Piauiense Chefe de Policia na Côrte

Por: .

Revista do Leo - n.16 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Ao buscar as formas ancestrais da Capoeiragem, deparei-me com o livro de Pedro Figueiredo Alves da Cunha: “Capoeiras e valentões na história de São Paulo (1830- 1930)” 2 . Ao tratar da “a capoeira na Academia de Direito” [de São Paulo] (p. 87-153), trás quatro personagens, brancos, da elite, praticantes do jogo-luta-arte: um professor – de francês, baiano – e três de, à época, alunos: Luiz Joaquim Duque-Estrada Teixeira3 , José Basson de Miranda Osório4 , e Couto de Magalhães5 . 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.