Um Estudo das Competições de Handebol de Jovens do Estado de São Paulo: Caracterização das Adaptações Competitivas e Opiniões de Treinadores e árbitros Sobre Suas Aplicações

Por: .

178 páginas. 2018 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Este estudo de natureza qualitativa foi desenvolvido em dois momentos que conjuntamente formam o todo de nossa investigação. Iniciamos com uma pesquisa documental sobre os regulamentos de competições de handebol de jovens realizadas no estado de São Paulo analisando as adaptações propostas em seus regulamentos cuja finalidade fosse ajustar as demandas competitivas às necessidades e possibilidades dos jovens atletas. Diante dos resultados oriundos desta etapa da pesquisa, pudemos conhecer melhor a perspectiva geral destas competições acerca de suas adaptações e, assim, levantar questionamentos sobre os reais motivos que justificam a inserção destas modificações competitivas, originando a segunda etapa de nosso estudo que foi realizada por meio de entrevistas junto a 10 treinadores e 5 árbitros atuantes nas competições cujos regulamentos foram anteriormente analisados. Um roteiro de entrevistas semiestruturada foi elaborado e sustentado em três blocos: 1) A gênese dos Regulamentos Adaptados; 2) Os objetivos da implantação de adaptações regulamentares e 3) A aplicação das adaptações regulamentares. Diante das respostas obtidas, verificamos que as alterações regulamentares analisadas eram percebidas como importantes segundo os entrevistados, os quais apontaram uma série de princípios pedagógicos relacionados com as adaptações analisadas. Verificamos, entretanto, que os treinadores, os principais responsáveis pela elaboração destas modificações, ao lidarem com estas adaptações no ambiente competitivo, promovem condutas transgressoras e de obtenção de vantagens diante do cenário competitivo adaptado, de modo que a orientação para a performance, ainda assim, se sobrepõe à orientação para a aprendizagem mesmo em competições modificadas para jovens atletas de handebol. Tais resultados levaram-nos a entender que as entidades promotoras destas competições devem assumir um papel ativo, por meio da promoção de espaços de formação continua e mediada aos treinadores envolvidos nestes ambientes, para que seus desejos expressos pelos regulamentos adaptados possam, de fato, ser respeitados durante o ato competitivo

Endereço: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332084

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.