Um Estudo Sobre a Evasão de Atletas no Handebol Brasiliense.

Por: Santiago Gutierrez Saiz.

77 páginas. 2001

Send to Kindle


Resumo

Temos constatado que, nos últimos anos em Brasília, um enorme contingente de atletas têm abandonado o Handebol competitivo. Observamos que, das 1990 licenças catalogadas na FMHb-DF em 2000, 926 atletas abandonaram a prática esportiva, perfazendo um índice de evasão de 75,16%. O objetivo do presente estudo foi detectar as causas da evasão de atletas no Handebol Brasiliense, bem como analisar possíveis diferenças em função do gênero. A amostra foi composta por 221 ex-atletas, adultos, de ambos os sexos, que evadiram nos últimos cinco anos, na região metropolitana do Plano Piloto e Taguatinga. Para obtenção dos dados foi utilizado um questionário validado por Abreu (1993). Para analise estatística foram utilizados o Teste do Qui-Quadrado 2), além do Teste Correlação de Pearson, o nível de significância foi de p( < 0,05. Na caracterização da amostra, verificou-se que 63% eram do sexo masculino, 82% eram solteiros, 53% cursavam ou já tinham cursado uma faculdade, 56% trabalhavam quando abandonaram o Handebol competitivo, tinham entre 11 e 15 anos quando começaram a jogar e/ou participar de uma equipe de treinamento. Quanto aos motivos que o levaram a abandonar o Handebol competitivo podemos destacar que 33% da amostra, mencionou a falta de motivação, 24% alegaram a interferência nos estudos e 22% citaram os problemas de ordem física (lesões). Por fim uma matriz de correlação indicou uma forte associação entre a escolaridade e trabalho no momento do abandono. Diante do exposto, podemos concluir que a falta de motivação, os estudos, problemas de ordem física (lesões), e o trabalho foram os principais motivos que contribuíram para o abandono da prática do Handebol competitivo na população deste estudo.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=884&listaDetalhes%5B%5D=884&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.