Um Modelo de Escola Aberta na Internet: o Projeto Kidlink no Brasil

Por: Marisa Woolf Ferreira Pereira de Lucena.

380 páginas. 1997 15/04/1997

Send to Kindle


Resumo

A presente tese propõe um modelo e descreve a implementação e avaliação de uma escola aberta na Internet baseada no Projeto Kidlink Internacional. O referencial teórico utilizado na tese compreende a Teoria Psico-Social de Vygotsky, a literatura técnica sobre trabalho cooperativo mediado por computadores e a aplicação dos fundamentos teóricos da Psicologia do Conhecimento ao projeto de interfaces de computador para crianças. A metodologia utilizada adotou o método etnográfico de pesquisa educacional aplicado a participação em um grande número de listas educacionais na Internet e dois estudos de viabilidade. Foi possível, com base no método etnográfico, caracterizar o conceito de "comunidades dinâmicas para o aprendizado". O estudo etnográfico e os estudos de viabilidade permitiram justificar no trabalho os motivos para a escolha do projeto Kidlink Internacional como base para uma escola aberta com as características positivas das "comunidades dinâmicas do aprendizado" aliadas as possibilidades de aplicação das técnicas do desenho instrucional. Nossa longa participação em todos os níveis do Projeto Kidlink e a nossa coordenação do Projeto Kidlink no Brasil permitiram a criação de um modelo de escola aberta brasileiro na Internet que foi muito positivamente avaliado por todos os seus usuários (escolas, professores e alunos).

Endereço: https://www.cos.ufrj.br/index.php/pt-BR/publicacoes-pesquisa/details/15/1746

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.