Um Mordomo Guarda as Crianças: Quando Hirokazu Kore-eda Encontra João Moreira Salles

Por: Julio Groppa Aquino.

Cinema e Corpo.

Send to Kindle


Resumo

Ocupando-se de uma trilogia fílmica do diretor e roteirista japonês Hirokazu Kore-Eda em que a infância teve lugar de destaque – Ninguém pode saber (2004), O que eu mais desejo (2011) e Pais e filhos (2013) –, o presente texto ambiciona argumentar em favor de um modo desassombrado de endereçamento às crianças. Para tanto, um segundo cineasta, João Moreira Salles, é convocado ao final das reflexões, particularmente no que se refere à noção de encontro consubstanciada em seu documentário Santiago (2007).

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.