Uma Fenomenologia do Movimento na Educação Física: Aproximações Entre Filosofia Ciência e Arte

Por: Lais Saraiva Torres.

183 páginas. 2018 26/02/2018

Send to Kindle


Resumo

Amparada pela fenomenologia, esta pesquisa tem como principal motivação os acontecimentos existenciais que fazem refletir sobre o movimento humano. Dessa forma, a Educação Física e o esporte são os cenários do mundo vivido e o corpo é o ponto de vista principal nesses mundos, uma relação que configura a experiência vivida, a referência primeira na atitude fenomenológica. A partir dessas considerações, o objeto de estudo é delineado em torno de uma fenomenologia do movimento. A pesquisa foi direcionada pela seguinte questão: como a perspectiva da fenomenologia pode ampliar a leitura da biomecânica na Educação Física? Para obter estar resposta, objetiva-se traçar uma relação entre filosofia, ciência e arte como perspectiva de ampliar os conhecimentos sobre o movimento humano na Educação Física, posto que essa abordagem, em particular no pensamento de Merleau-Ponty, articula conhecimentos científicos, filosóficos e estéticos. Para a investigação proposta, é utilizada como referência metodológica a atitude fenomenológica de Merleau-Ponty e, nesse movimento, as fotografias de Eadweard Muybridge valem como estratégias para a reflexão fenomenológica sobre o movimento humano. O método e a estratégia permitem identificar, interpretar e apontar nuances sobre o conhecimento do movimento humano na Educação Física. Assim, nos capítulos que constituem essa dissertação é posto em cena os conceitos da biomecânica e da fenomenologia, possibilitando destacar as leituras sobre o corpo, percepção, técnica, estética e de análise do movimento para esses saberes.

Endereço: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25184

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.