Uma História do Basquetebol na Cidade de Cáceres-mt

Por: Andreyson Ribeiro, Dominique Stefany Gomes dos Santos e .

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho é resultado de uma pesquisa que buscou retratar a história do Basquetebol na cidade de Cáceres-MT. Sendo assim, o objetivo desta investigação foi construir uma história do basquetebol masculino cacerense, a partir da trajetória dos primeiros atletas do basquetebol da cidade de Cáceres-MT. Considerando as especificidades e caminhos desta pesquisa, optamos pela metodologia qualitativa, utilizando-se do método da História Oral que consiste em uma técnica que torna possível aprofundar o conhecimento da realidade a partir da concepção que o pesquisado lhe atribui (MARTINELLI, 2003). Realizamos quatro entrevistas semiestruturadas com jogadores veteranos do basquetebol de Cáceres-MT. Além disso, fizemos o uso de um volumoso acervo fotográfico (KOSSOY, 2005) disponibilizado por alguns de nossos depoentes. Segundo os relatos registrados, o basquetebol na cidade de Cáceres se dá primeiramente em escolas, com o intuito de levar atletas que participassem nas fases municipais, para competições regionais, estaduais e, assim, sucessivamente. Com a chegada de Esdras (um de nossos depoentes) em 1988, vindo do Estado de São Paulo, começa um trabalho mais organizado na categoria adulta. Uma prática sistemática do basquetebol juvenil só aparece no ano de 1990, quando o início dos trabalhos feitos por Esdras é percebido, e a cidade de Cáceres trilha suas primeiras participações nas seleções municipais masculino e feminino juvenil, em fases regionais. Mais tarde, no final dos anos 2000, Santos (outro de nossos depoentes) cria a Associação Asa Branca, que foi o primeiro clube basquetebolístico da cidade, tendo Esdras como técnico e a possibilidade de que os principais atletas da cidade pudessem ter um espaço mais adequado para os treinamentos. Entretanto, com a ausência regular de Esdras (por motivos pessoais) das competições, a saída de atletas do município para estudar fora do Estado, o fim da associação Asa Branca em 2004, a falta de apoio da prefeitura para treinamentos, entre outros fatores, Cáceres passa a apresentar equipes não tão competitivas quantos nos anos anteriores, não se classificando para as fases estaduais. Diante disso, com as dificuldades que perduram até o presente momento, talvez haja uma necessidade premente de retomar discussões de políticas públicas que incentivem, criem e mantenham a possibilidade da diversidade de práticas corporais e esportivas na cidade de Cáceres-MT. Pertencer a uma das mais fortes equipes da região oeste naquela época dos anos 1990, era mais que um esporte, era um sentimento de pertencimento ao grupo, a uma cultura, a uma tradição basquetebolística que precisa ser revalorizada.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.