Uma Poética do Futebol nas Crônicas de Tostão

Por: Gunther Augustin.

O Futebol no Campo das Letras.

Send to Kindle


Resumo

O que o futebol tem a ver com a literatura? Ambos são jogos, um com o corpo e a bola, outro com a mente e a palavra. A analogia remete ao filósofo Wittgenstein,1 que teria cunhado o conceito de “jogo de palavra”, que, por sua vez, podemos considerar uma das principais características de um texto literário. Dizem que a inspiração do filósofo se deu quando observou uma pelada de crianças em um parque. Achou as regras que a meninada seguia meio difusas e selvagens. Ao invés de sua analogia do jogo de palavras da língua com o jogo de xadrez, começou a preferir a comparação com o jogo de bola; no caso, o jogo de futebol, por este ter regras mais flexíveis ou mais espaços livres nas entrelinhas delas, abrindo campo para a interpretação. No jogo de xadrez não há faltas duvidosas, nem há a necessidade de juiz. Os movimentos das figuras sempre são em linhas retas. É um jogo quadrado, enquanto no futebol a bola é redonda, o que permite até um passe de curva.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.