Uma Reflexão Sobre a Motricidade de Escolares nas Aulas de Educação Física

Por: Bruna Solera, Diego Barbetta Pereira, Luciane C. Arantes da Costa e Vânia de F. Matias de Souza.

XVI Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O estudo do tipo descritivo objetivou analisar o desempenho motor de escolares nas séries iniciais do ensino fundamental da cidade de Maringá-Paraná-Brasil, verificando a influência das aulas de educação física no desenvolvimento motor dos alunos. Para a avaliação foi utilizado o Teste de Coordenação Motora – Body Coordination Test for Children (KTK), realizado em 40 escolares divididos em dois grupos (20 alunos do primeiro ano, que não realizavam aulas sistematizadas de Educação Física; e 20 alunos do segundo ano, que realizavam aulas de Educação Física sistematizadas). Os escolares foram selecionados de forma aleatória, tendo como critérios: ter idade de 6 a 7 anos de ambos os sexos e estar devidamente matriculado no primeiro ou no segundo ano do ensino fundamental. Os resultados demonstraram que a maioria das crianças do segundo ano apresentou a coordenação motora normal, enquanto as crianças do primeiro ano apresentaram perturbação na coordenação e insuficiência coordenativa; em geral, não houve diferenças significativas entre os grupos e entre meninos e meninas. Assim, conclui-se que a realização de aulas de Educação Física com conteúdos organizados e sistematizados auxiliaram no desempenho motor dos alunos do segundo ano participantes da investigação.

Endereço: http://www.fade.up.pt/rpcd/entradaPT.html

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.