Usos e Práticas do Lazer e dos Tempos Livres: do Consumo ? Procura Pela Felicidade

Por: Larissa Latif Plácido Saré e Silvio Lima Figueiredo.

Revista Brasileira de Estudos do Lazer - v.1 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O texto apresenta um debate sobre a gênese do conceito de lazer e as principais concepções do ócio nas sociedades humanas. A perspectiva é apresentar os sentidos e concepções da ideia de lazer. É possível perceber que o campo dos estudos do lazer alicerça-se na valorização de práticas que não podem mais ser ignoradas pela ciência normal, as práticas laterais, periféricas, sem importância para o sistema produtivo ou mesmo contraditórias a esse mesmo sistema. São os sentidos de lazer por meio dos conceitos de práticas relacionadas à dicotomia trabalho-lazer, apresentando as ideias iniciais para compreensão da genealogia do conceito e os novos posicionamentos do campo na atualidade. Para isso, são usados os conceitos de caráter social de David Riesman, habitus, de Pierre Bourdieu e dépense, de Georges Bataille.

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbel/article/view/465

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.