Validação e Adaptação do Percurso de Coordenação Vienense - Pcv (wiener Koordinationsparcour - Wkp) em Escolares Brasileiros de 12 a 14 Anos de Idade

Por: Valniria Maria Lopes de Sousa.

2014 23/05/2014

Send to Kindle


Resumo

As capacidades coordenativas exercem papel fundamental na motricidade, sendo importantes na aquisição e desenvolvimento das habilidades fundamentais, posteriormente das habilidades específicas (esportivas). Essas capacidades são reconhecidas como base para o desenvolvimento das habilidades esportivas que responde positivamente em relação à precisão, economia e efetivação dos movimentos esportivos, levando a um menor gasto de força e energia muscular. É na infância que se observa o melhor ganho em termos de rendimento dessas capacidades, estabilizando-se na adolescência. Apesar da importância das mesmas, existe um número limitado de instrumentos de medida que tenham por objetivo avaliar as capacidades coordenativas de escolares brasileiros na faixa etária de 12 a 14 anos que possam fornecer informações sobre seu desenvolvimento em crianças e jovens. O "Wiener Koordinationsparcour" (WKP) é um teste esportivo motor, desenvolvimento por Wawitz (1982) e de origem austríaca que tem por objetivo medir as capacidades coordenativas orientação espacial, reação, equilíbrio, adaptação motora e diferenciação por meio da medição do tempo de realização das tarefas motoras padronizadas nas oito etapas que o compõe. Devido à origem do WKP é necessária sua validação para a realidade brasileira. O presente estudo tem por objetivo a validação do WKP, de forma adaptada, para avaliação das capacidades coordenativas em escolares de 12 a 14 anos de idade. Participaram do estudo, oito especialistas da área de Educação Física e Esporte e 108 escolares de 12 a 14 anos de ambos os sexos. O processo de validação foi composto das seguintes etapas: validade de construto e conteúdo e verificação dos critérios de validade, objetividade e fidedignidade. Inicialmente, foi realizada uma tradução juramentada com a denominação em português de Percurso de Coordenação Vienense (PCV) e comparada às versões publicadas em português. As validades de construto e conteúdo foram realizadas com base no parecer de especialistas. Para verificar a objetividade foram utilizados os escores do tempo de realização do teste obtidos por três (03) avaliadores; para a fidedignidade foram utilizados os escores do teste e do reteste. Utilizou-se a estatística descritiva de freqüência para análise das respostas dos especialistas; o coeficiente de correlação intraclasse (CCI) foi utilizado para as análises da objetividade e fidedignidade. Também foi utilizado na análise da fidedignidade o teste t-pareado. Os coeficientes de correlação para objetividade foram 0,99 para o gênero feminino e de 1 para o masculino, indicando que o PCV é um teste confiável. No entanto, a fidedignidade apresentou coeficientes de correlação fracos: 0,57 (feminino) e 0,58 (masculino). Realizou-se o teste t-pareado que confirmou a fidedignidade fraca devido às diferenças significantes entre as médias dos escores entre teste e reteste. De acordo com a análise dos especialistas o PCV apresenta validade de construto e de conteúdo. Os resultados indicam que a motivação e a aprendizagem podem ter influenciado nos escores do teste e, consequentemente, na sua fidedignidade. Sendo assim, apesar do PCV refletir a validade de conteúdo e ser um teste confiável, são necessários outros estudos para a obtenção de sua fidedignidade em escolares brasileiros de 12 a 14 anos na realidade brasileira

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39134/tde-25072014-090814/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.