Validação de Conteúdo de Um Protocolo em Manejo de Cadeira de Rodas

Por: Bárbara Proença Buosi, Kathya Augusta Thomé Lopes, Luiz Henrique Rufino Batista, Minerva Leopoldina de Castro Amorim e Patrícia Belém Melo.

11° Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada - CBAMA

Send to Kindle


Resumo

Surgem inquietações acerca dos testes de habilidades para o manejo de cadeira de rodas (HMCR) e ensiná-las requer dos profissionais instrumentos de avaliação que possam aferir a condição inicial do educando permitindo verificar sua evolução durante o processo. Acreditamos que as HMCR devem ser investigadas e que a padronização de instrumentos da medida reduzirá as diferenças e conduzirá para uma melhor qualidade dos testes. O objetivo deste estudo é validar um protocolo de avaliação para HMCR, e principalmente responder às inquietações percebidas, estabelecemos critérios que avaliam tais habilidades, dentro de conceitos e conhecimentos científicos existentes da psicometria. Utilizamos o método Delphi de Survey e validade de conteúdo, e seis especialistas na área de atividades em cadeira de rodas. Usamos a consistência interna do instrumento o alfa de Cronbach (?), Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC), correlação intraclasse (CCI). Nos 17 itens obtivemos para os critérios de clareza (CVI=0,865±0,059), pertinência (CVI=0,902±0,071), simplicidade (CVI=0,918±0,054), objetividade (CVI=0,888±0,067) e precisão (CVI=0,922±0,060) (?=0,7822±0,06) (ICC=0,7744±0,07; p<0,05). Os itens do protocolo demonstram por meio da psicometria ser válido e garante medir aquilo que foi proposto.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.