Validade de Equações de Predição em Estimar o Vo2max de Brasileiros Jovens a Partir do Desempenho em Corrida de 1.600m

Por: Carmen Sílvia Grubert Campbell, Emerson Pardono, Guilherme Magalhães, Herbert Gustavo Simões, Jeeser Alves de Almeida e Rafael da Costa Sotero.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a validade da equação proposta por Cureton et al. (1995) "VO2peak = -8.41 (MRW) + 0.34 (MRW)2 + 0.21 (Age x Gender) -0.84 (BMI) + 108.94" em estimar o VO2max de brasileiros jovens a partir de um teste de 1.600 metros, e sugerir uma equação de predição que seja específica para essa população. Participaram do estudo 30 homens fisicamente ativos (23 ± 3,1anos; 74,8 ± 5,8kg; 1,78 ± 0,05m; 49,8 ± 6,5mL.kg-¹.min-1) que foram submetidos a um teste incremental máximo (TI) em esteira e um teste de desempenho em corrida de 1.600 metros. Os indivíduos foram divididos em dois grupos: G1 - para gerar uma equação de predição específica para VO2max de brasileiros jovens e G2 - para aplicar ambas as equações a fim de analisar suas validades. Diferenças estatisticamente significativas foram observadas entre o VO2max determinado diretamente no TI (50,1 ± 7,1mL.kg-¹.min-¹) e os valores de VO2max obtidos pela equação proposta por Cureton et al. (44,2 ± 6,5mL.kg-¹.min-¹) com baixa correlação entre elas (r = 0,21). A relação entre VO2max e velocidade em corrida de 1.600m obtidos no G1 resultou na seguinte equação de predição: (VO2max = 0,177 * 1.600Vm(m.min-1) + 8,101). Quando essa nova equação foi aplicada nos participantes do G2, o VO2max predito (50,1 ± 7,2mL.kg-¹.min-¹) não diferiu do VO2max determinado diretamente (50,1 ± 7,1mL.kg-¹.min-¹) com alta correlação entre eles (r = 0,81). Assim, concluímos que a equação de Cureton et al. (1995), elaborada a partir de resultados de amostra norte-americana, subestimou o VO2max de brasileiros jovens e fisicamente ativos. Por outro lado, a equação proposta no presente estudo se mostrou válida para estimar o VO2max através do teste de desempenho de 1.600 metros para a população estudada.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922010000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.