Valores Que o Esporte Ensina: Intervenções Pedagógicas Para a Formação da Personalidade Moral

Por: .

230 páginas. 2018 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Vivemos em tempos de crise nas relações confirmados através dos conflitos, violências e desrespeitos cotidianos. Características como individualismo, consumismo, imediatismo, fuga das responsabilidades e busca por satisfação dos prazeres estão substituindo valores antes considerados concretos como esforço, superação, compromissos duradouros, cooperação. Neste cenário o esporte tem sido proclamado, no senso comum, como uma excelente "ferramenta" para desenvolver valores morais que contribuem para a boa convivência, e, portanto, chamado a se contrapor aos hábitos vividos na contemporaneidade. No entanto, o número reduzido de estudos sobre este tema, sobretudo quando se trata de propostas de intervenção, indicam que esta relação ainda está mais no campo da especulação que no da pedagogia baseada em fundamentos científicos. Neste sentido, esta pesquisa se desenvolveu por meio da intervenção no ambiente de ensino do esporte para contribuição na formação da personalidade moral de seus alunos, apresentando suas propostas, discutindo suas características e levantando os valores desenvolvidos a partir desta experiência, se caracterizando por um estudo de caso realizado longitudinalmente, orientado pela abordagem etnográfica e utilizando-se da observação participativa, entrevistas, filmagens, fotos e documentos do projeto esportivo acompanhado. Teve por objetivo geral analisar o processo de estimulação na construção da personalidade moral em um projeto de ensino do judô para crianças e adolescentes, e como objetivos específicos a identificação das características fundamentais para a criação de um ambiente adequado para o desenvolvimento de valores pelo esporte; a descrição das propostas de intervenção em valores aplicadas e a avaliação das respostas apresentadas pelos jovens; e, o relato dos valores desenvolvidos em resposta à vivência das propostas de intervenção. O ambiente de pesquisa tratou-se de um projeto de extensão universitário que ofereceu aulas de judô para uma comunidade rural no interior da Bahia entre os anos de 2010 a 2015, frequentados por crianças e adolescentes de 6 a 18 anos, totalizando 70 jovens. Para a discussão dos resultados levantados destacaram-se cinco categorias temáticas: 1- A comunidade e seus valores; 2- Heteronomia como passagem para a autonomia moral; 3- Princípios adotados no ambiente do ensino do esporte; 4- A profundidade no aprendizado como fundamento do desenvolvimento moral; 5- A conduta do professor: características para a mediação na moralidade. Nas considerações finais destaca-se a importância da construção do ambiente sociomoral que estimule valores que colaboram para uma boa convivência nas relações. Neste ambiente, a cultura moral é construída por meio do tratamento de diversos aspectos como a vivência inicial da heteronomia, sempre em busca da compreensão e autonomia; a formação dos professores e estímulo ao seu próprio desenvolvimento moral; o esporte como ambiente ótimo para a formação da personalidade moral, mas não necessariamente para todos; os valores estimulados no esporte e sua relação com a vida para além dos tatames; e, finalmente, o entendimento de que as experiências vivenciadas podem ser adaptadas e replicadas de forma semelhante em qualquer modalidade ensinada

Endereço: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331147

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.