Vamos Brincar na Escolinha? Inserindo Atividades de Jogos e Brincadeiras em Escolas de Ensino Infantil

Por: Barbara Detoni Borba Blanco, Camila Bruzasco de Oliveira, Marina Donato Crepaldi, Mateus Aparecido Stahl, Rute Estanislava Tolocka e Vitor Antonio Cerignoni Coelho.

Licere - v.19 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Possibilidades de brincar são escassas na escola, por isto este estudo apresenta um programa realizado em cidade de São Paulo, com 54 professores e aproximadamente 300 crianças de escolas infantis municipais, que incluiu aulas teóricas e práticas, debates, um evento e exposição de painéis. Todas as atividades foram registradas. Verificou-se que as rotinas de tais instituições são rígidas e sem tempo para brincar, mesmo sendo reconhecida a importância do brincar para a criança. Foram oferecidas às crianças oportunidades para brincar com seus pares na classe. No evento, crianças de diferentes idades puderam brincar juntas. O estudo mostrou que há possibilidade de mudar a situação nas escolas infantis aumentando oportunidades para as crianças brincarem.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/1533

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.