Variação da Freqüência de Braçada de Um Nadador Entre a Prova de 50 Metros Livre e Sua Parcial Desta Distância na Prova de 100 Livre

Por: Carlos Eduardo Ramos de Camargo.

2005

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho teve como objetivo geral analisar a variação da freqüência de braçada de um nadador, comparando sua freqüência média de braçadas na prova de 50 metros nado Livre e sua freqüência média na mesma distância de 50 metros durante a parcial da prova de 100 metros nado Livre. O trabalho foi realizado tendo como base o relatório de Biomecânica das competições de Natação dos XXVI Jogos Olímpicos de Atlanta, apresentado pela Subcomissão de Biomecânica e Fisiologia do Esporte do Comitê Olímpico Internacional. O presente estudo analisou os dados de velocidade, freqüência de braçada, comprimento de braçada e eficiência de nado de 15 nadadores de ambos os sexos, que foram finalistas A e B das provas de 50 metros nado Livre e 100 metros nado Livre, da Olimpíada de Atlanta em 1996, comparando as informações relativas aos desempenhos nestas duas provas. Foram utilizados neste estudo 8 câmaras de filmagem distribuídas em uma piscina de 50 metros de comprimento e dois painéis de controle que analisavam os dados recebidos. Esta pesquisa procurou verificar, se há uma relação válida entre a variação de freqüência de braçada com a variação de tempo preconizada em literatura, que pudesse servir como mais um instrumento que auxiliasse o atleta a compreender os conceitos de variação tática. Este estudo é caracterizado como um estudo descritivo de análise de correlação, pois se propõe a investigar as relações entre os eventos.Os dados obtidos foram tratados pela média e comparados através da correlação de Pearson. O R2 = 0,0706 e o R2 = 0,0511 indicam que não há correlação substancial entre a diferença e diferença percentual de tempo e variação percentual de freqüência de braçada que sirva de padrão para os demais nadadores.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.