Variação do Perfil Hidrodinâmico no Decurso de Um Macrociclo de Preparação em Nadadores e a Sua Interacção com a Prestação

Por: S. Alves e V. M. Reis.

Motricidade - v.1 - n.1 - 2005

Send to Kindle


.Resumo

ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO VARIAÇÃO DO PERFIL HIDRODINÂMICO NO DECURSO DE UM MACROCICLO DE PREPARAÇÃO EM NADADORES E A SUA INTERACÇÃO COM A PRESTAÇÃO Reis, AM; Reis, VM; Alves, F; Silva, AJ Resumo O sucesso dos nadadores é determinado pela capacidade em gerar força propulsiva e reduzir a resistência ao deslocamento. Pretendemos, com este trabalho, estudar as variações induzidas pelo processo de treino no perfil hidrodinâmico de nadadores durante um macrociclo de treino. Para o efeito, foram estudados 16 nadadores portugueses de nível nacional com idades de 14.91±0.83 anos, ao longo de cinco meses. No final de cada ciclo de preparação foi avaliada a força de arrasto hidrodinâmico (Da), a potência mecânica propulsiva máxima (P) e o coeficiente de resistência hidrodinâmica activa (CDa) com base no método da perturbação (12). Foram, também, avaliados indicadores constitucionais (altura, área máxima de secção transversa e peso), e condicionais (força isométrica). Para a análise das diferenças nos diferentes momentos de avaliação aplicamos a ANOVA (p<0.05) e para analisar a influência conjunta nas alterações verificadas aplicamos a ANVCOVA (p<0.05). Os resultados permitiram-nos concluir: i) que o perfil hidrodinâmico se modifica reflectindo, de forma específica, os efeitos e orientações do treino; ii) o aumento da eficácia, traduzida na melhoria da velocidade de nado e do valor de CDa, pode explicar em parte o facto de o valor final da Da ser inferior ao apresentado nos momentos anteriores; iv) as alterações do CDa não são justificáveis pelas alterações verificadas na área máxima de secção transversa, e superfície corporal. Palavras Chave: Natação; crol; perfil hidrodinâmico; masculino; treino. Abstract The swimming performance is determined by the capability to generate propulsive forces and decreasing drag forces. In this context, the purpose of this work was to evaluate the changes induced by the training process in the hydrodynamic profile of male swimmers during a swimming season. For this purpose, 16 national level male Portuguese swimmers were studied (14.91±0.83) during 5 months. In the end of each preparation cycle some hydrodynamic parameters were evaluated: the drag force (Da), the mechanical power output (P) and the hydrodynamic coefficient (CDa), based on the perturbation method (12). Some morphological parameters (height; body section; weight) and conditional parameters (isometric force) were also evaluated. To analyze the differences among the several evaluation moments we applied the ANOVA test (p<0.05) and to evaluate the isolated influence within the differences we applied the ANVCOVA (p<0.05). The results let us conclude that: i) the hydrodynamic profile was changed as a consequence of the orientation of training process; ii) the increment of the training efficiency measured by the swimming velocity and the hydrodynamic coefficient can explain the reason why the drag force has decreased in the final evaluation moment; iv) the hydrodynamic coefficient changes were not justified by the changes observed in body section or body surface. Key words: Swimming; freestyle; hydrodynamic profile; male; training. 1

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.