Variação Sazonal das Atividades Físicas e Sedentárias de Estudantes no Semiárido Baiano

Por: Anna Karolina Cerqueira Barros, Emil Kupek, Gilmar Mercês de Jesus, Juliana Silva e Silva, Lara Daniele Matos dos Santos Araujo, Lizziane Andrade Dias e Maria Alice Altenburg de Assis.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - RBAFS - v.26 - n.1 - 2021

Send to Kindle


.Resumo

Este estudo analisou a variação sazonal das atividades físicas e dos comportamentos sedentários de uma amostra por conveniência de crianças e adolescentes, de uma escola pública no semiárido baiano (n = 462; 52,9% de meninos; 7-12 anos). Trata-se de um estudo longitudinal de um ano de seguimento. Atividades físicas e comportamentos sedentários foram relatados no questionário Consumo Alimentar e Atividade Física de Escolares (Web-CAAFE). As medidas repetidas foram realizadas no outono, inverno e primavera. Os desfechos avaliados foram: quantidade de atividades físicas diária (AFD) e de comportamentos sedentários (CS), frequências de atividades físicas leves (AFL), moderadas (AFM) e vigorosas (AFV). Análises foram conduzidas via modelagem de equações de estimativa generalizada (GEE) (distribuição Poisson), com ajuste por temperatura ambiente e precipitação pluviométrica.

Endereço: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14391

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.