Variáveis Laboratoriais, Desempenho e Pacing no Ciclismo Contra-relógio de 20 Minutos Realizado em Subida

Por: Arthur Henrique Souza Neto Bossi.

63 páginas. 2014 15/08/2014

Send to Kindle


Resumo

Para maior empregabilidade do protocolo de teste contra-relógio (CR) de 20 min em campo, é necessária a compreensão (1) de como o desempenho em percurso de subida se relaciona com as medidas laboratoriais típicas e (2) do perfil de pacingadotado. Separados por pelo menos 48 horas, 15 ciclistas moderadamente treinados, incluindo 1 do sexo feminino (30,8±4,8 a nos; 176,5±8,0 cm; 78,9±14,5 kg; 56,1±7,7 ml.kg-1.min -1 ; média ± desvio padrão), realizaram inicialmente um teste anaeróbio Wingate, um teste de esforço incremental até a exaustão e um contra-relógio de campo por 20 min em percurso de subida com 2,7% de inclinação média. Após 5 semanas de treinamento não supervisionado, 1 0 dos 15 voluntários realizaram um segundo CR para comparação do pacing adotado.

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.