Velocidade Crítica em Natação: Uma Revisão da Literatura

Por: Aldo Matos da Costa, Daniel Almeida Marinho e Mário Jorge Costa.

Motricidade - v.11 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

De entre as técnicas não invasivas de determinação do limiar anaeróbio, o método da determinação da velocidade crítica tem merecido grande atenção, nomeadamente no âmbito da avaliação e controlo do treino em natação. Neste sentido, o objetivo do presente artigo foi efetuar uma revisão da literatura do tipo qualitativa acerca do significado do parâmetro velocidade crítica e sua aplicação à natação. Foram abordadas questões relativas à origem e definição do conceito de velocidade crítica, às metodologias de determinação mais comuns, bem como uma breve referência ao conceito de velocidade crítica anaeróbia. A velocidade crítica é sugerida como um parâmetro não invasivo de avaliação do desempenho aeróbio e de predição do limiar anaeróbio de nadadores, independentemente do nível desportivo. As principais vantagens deste indicador resultam da facilidade de aplicação e análise num elevado número de nadadores, sem a necessidade da utilização de equipamentos dispendiosos ou de recolha de sangue. Aponta-se como uma ferramenta útil no mecanismo de prescrição e controlo de cargas de treino por meio de resultados em condições experimentais ou recorrendo a tempos obtidos durante as competições. A descriminação dos valores de velocidade crítica entre nadadores com diferentes perfis metabólicos (velocistas versus fundistas) e ainda a sua aplicabilidade em regime anaeróbio são aspetos que ainda carecem de um maior entendimento.

Endereço: http://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/2903/5546

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.