Violência no Cotidiano das Crianças e Adolescentes em Situação de Rua, Santa Maria, Rs/brasil

Por: Angelita Alice Jaeger.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Atualmente a violência apresenta-se com maior evidência, tanto em ambientes públicos como privados. Os meiosde comunicação procuram destacar estas cenas em reportagens sobre fatos cotidianos, filmes e desenhos animados. Oser humanorepresenta estar cada vez maisindiferente aos váriostiposde violência de que é acometido todo dia, banalizando a vida humana. Disseminada pela sociedade, a violência faz parte do cotidiano das crianças e adolescentes em situação de rua, pois vivenciam desde cedo maus tratos, desintegração familiar, exclusão e exploração social. Diante deste quadro, procurou-se analisar e acompanharfragmentos desta realidade que acontece noespaço público da rua. Nametodologia utilizou-se a observação participante e entrevistas abertas realizadas junto ao grupo investigado, desenvolveu-se em um período de 18 meses, pesquisando aproximadamente 30 crianças e adolescentes, com idades entre 11 e 18 anos. Os resultados demonstram que a violênciaé umvalor presente na culturadeste grupo, internalizado na infância, percebido comonatural ao ser vivenciado nopróprio ambientefamiliar. Já noespaço da ruaservecomo um mecanismo de defesa/ataque, pois em situaçõesde conflito nãocostumam dialogar, partindo instantaneamente para agressões físicas ou verbais. Também enfrentam a violência em olhares e ações dos transeuntes,vendedores ambulantes, comerciantes e polícia militar. Finalizando, destaca-se que no cotidiano das crianças e adolescentes em situação de rua um quadro permanente de violência desencadeia um corolário seqüencial de outras violências.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.