Vozes Dissidentes: o Discurso Sobre Competição em The Sportswoman

Por: Lynn Couturier Macdonald.

Recorde: Revista de História do Esporte - v.7 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Nos anos 1920, a pertinência da participação de mulheres em competições esportivas se tornou objeto de debate entre os educadores e o público. De forma a evitar os problemas associados aos esportes altamente competitivos dos homens, muitas professoras de educação física buscaram desestimular a competição e promover a simples participação. De acordo com a historiadora do esporte Roberta Park, essas mulheres estavam “em busca de uma posição intermediária” no debate. Havia, contudo, um outro conjunto de mulheres cujo ponto de vista divergia dos posicionamentos polarizados do público, assim como das que promoviam a “posição intermediária” no que diz respeito à competição feminina. Essas mulheres eram a equipe editorial de The Sportswoman, periódico sobre esporte feminino publicado entre 1924 e 1936. Ao mesmo tempo em que as editoras incluíam perspectivas múltiplas sobre as competições femininas, sua própria posição com frequência se confrontava diretamente com a de algumas outras colaboradoras. Esse artigo destaca as estratégias explícitas e implícitas utilizadas na revista para promover a aceitação da competição esportiva entre mulheres.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/1565

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.