Xadrez

Por: Luiz Loureiro.

Atlas do Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

Um jogo de mesa, cuja base material – um tabuleiro quadrado (8 x 8) com 64 casas escaqueadas, sobre as quais dois competidores movem, cada um alternadamente, um conjunto colorido de 16 peças de 6 tipos diferentes – é o cenário para um confronto de habilidades mentais (intelectuais + emocionais), em que se procura impor ao oponente a melhor das estratégias possíveis, alcançando uma situação específica vitoriosa, à semelhança de uma guerra, mas justa e regulada, chamada XEQUE-MATE! (O Rei derrotado!). O xadrez é considerado uma elevada criação do gênero humano, mesmo que voltado para o prazer lúdico (jogo = brincadeira = esporte), e que se difundiu desde sua debatida origem por praticamente todas as culturas e países do mundo. Em seu aspecto formal, o xadrez liga-se à ciência por empregar o método e o pragmatismo científico em seu estudo técnico bastante rigoroso; une-se igualmente à arte, devido ao valor e impacto estético originais, derivados do esforço de se “jogar bem e bonito” e de seu inerente desafio de criatividade; e ,por fim, também ao esporte no sentido lato do termo, por envolver dois adversários em luta direta a partir de condições iguais, sob regras previamente definidas e que medem entre si, e ante os demais, certas habilidades típicas

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.