XIX Olimpíada Mexico/68. Aspectos Técnicos Evolutivos.

Por: (Organizador).

DED-MEC. 1968

Send to Kindle


Sobre a Obra

APRESENTAÇÃO

Ê com incontida satisfação que a Divisão de Educação Física do Ministério da Educação e Cultura entrega ao público brasileiro, principalmente aos que têm o poder de decisão e aos responsáveis diretos e indiretos pela educação do nosso povo, o presente trabalho — XIX OLIMPÍADAS-MÉXICO-68 — Aspectos técnicos e evolutivos — fruto não apenas de observação única, individual, porém de várias pessoas das mais categorizadas no assunto, cuja cooperação nos foi possível conseguir.

Pelo que sabemos, neste campo de atividades, é iniciativa pioneira, essa de uma equipe de observadores oficiais do Brasil reunir, em alentado volume, a análise, a reflexão e a apreciação de diversos técnicos sôbre a composição e o desenrolar daquilo que se vem perpetuando através dos séculos com o nome de OLIMPÍADAS, o maior acontecimento mundial dos desportos, que cada vez mais se alteia em fervor, em número de participantes e em perfeição.

As observações da organização e o livro que ora vêm a lume foram planejados tomando-se por base, primordialmente, o fato de que muito pouco tem sido assimilado das Olimpíadas pelos técnicos brasileiros. Assim, a presente publicação completa um ciclo de informações, iniciado com a nossa edição Planejamento México e seguida da Moderna Ciência do Treinamento Desportivo. Como não há, além dêsses, entre nós, trabalho sistematizado e veículos adequados de comunicação para os especializados, sòmente os pouquíssimos que comparecem a esses jogos têm oportunidade de captar o progresso havido no setor e, em conseqüência, evoluir individual e profissionalmente de acordo com as exigências dos tempos que atravessamos.

A maioria imensa dos nossos professores tem ficado privada dos benefícios dos conhecimentos renovados e das técnicas mais avançadas, o que os impossibilita de atualização e da eficiência profissional requerida pela tumultuada época presente.

Ê sobejamente sabido que as Olimpíadas constituem os marcos evolutivos culminantes da Educação Física e dos Desportos no mundo inteiro. Um levantamento de sim organização e de seus pormenores técnicos era urgente e se impunha, para o adequado acompanhamento do setor, como uma necessidade inadiável a atender de nossa gente, ávida de progresso.

A evolução cientíjica e tecnológica vem-nos mostrando que o homem do juturo, mais do que o de períodos pretéritos, precisa ser dotado de constituição orgânica altamente hígida, harmônica na evolução e juncionamento de suas parte?, possuidor de resistência incomum, tudo perfeitamente integrado na inte-lecção individual.

O treinamento desportivo tem tomado rumos imprevistos, conduzindo o praticante a um estado de perfeição pessoal e técnica impressionante. Modernos métodos vêm sendo utilizado/s no preparo físico do homem em todos os setores das atividades profissionais.

E nós, brasileiros, não poderíamos ficar alheios e distanciados dos novos processos educacionais, sob pena de prolongarmos mais ainda o já enorme período de atraso em que estamos em relação aos povos vanguardeiros.

Na direção da Divisão de Educação Física do Ministério da Educação e Cultura, sentimos a premente necessidade de também ela seguir de perto a evolução mundial dessas atividades. Por isso, propusemos ao Govêmo federal o envio, ao México, de observadores habilitados e capazes de desenvolver um trabalho adredemente planejado.

Foi, portanto, com júbilo que recebemos a aprovação da proposta, regozijo que se redobra agora com o término desta publicação, que temos a honra de passar ao domínio do público brasileiro, cumprindo, dêsse modo, um dos seus principais objetivos — a democratização da inftrrmação técnica.

Ressalte-se que a tarefa não se resumiu em um navegar em mar sereno e azul. Ao grupo de observadores não foi fácil o acesso às melhores e essenciais fontes de informação, tanto a administrativa do grande empreendimento, como ainda a de organização e técnica, pois teve de enfrentar inúmeros fatores adversos, como sejam: impossibilidade de se hospedar a equipe de observadores na Vila Olímpica, ponto de convergência das informações pertinentes, e, mesmo, a de conseguir para ela credenciais que atenuassem as dificuldades da missão; acúmulo de atividades diárias; localidades de realização muito distanciadas umas das outras; transporte escasso para atender à massa de milhares e milhares de espectadores e participantes; dirigentes atarefadíssimos, todos voltados para a preocupação máxima do Govêrno mexicano — a eficiência, o sucesso do encargo de organizar e executar o acontecimento desportivo de maior projeção mundial.

Embora tais percalços, vultosos foram os dados coletados, o que forçou o grupo a proceder a uma seleção, com o objetivo de o trabalho se restringir aos pontos essencialmente fundamentais e de interêsse para o Brasil.

Ainda por motivo dêsses obstáculos, a direção do grupo de observadores recorreu à colaboração de alguns técnicos da representação brasileira, que viveram e conviveram, quotidianamente, no cerne do desenrolar dos acontecimentos. Essa ajuda, valiosa, se acha estampada nas páginas seguintes, sendo de inteira responsabilidade dos autores as opiriiões e conceitos nela expressos.

A Divisão, esposando a orientação de que, por meio do conhecimento técnico, a evolução desportiva é mais viável e pode alcançar níveis elevados de perfeição e eficiência, considera a circulação de informações como uma das suas atribuições de caráter prioritário.

Contenta o grupo de observadores pôr os resultados de seu esforço nas mãos dos interessados, mas só dará como cabalmente cumprida sua missão se êles contribuírem para despertar a consciência nacional quanto ao nosso atraso, neste particular, e lhe convencer da necessidade impostergável de incentivar a prática desportiva e aprimorar a formação dos nossos desportistas, técnicos, professores e povo, em geral, por meio de uma política nacional de educação física bem planejada, que venha substituir o nosso inveterado vêzo da improvisação.

ARTHUR ORLANDO DA COSTA FERREIRA Diretor da DEP-MEC

Sumário

título página
Capa e Créditos 1
Apresentação 2
Organização 2
Basketball 47
Water Polo 87
Tiro Ao Alvo 95
Ginástica 101
Ginástica 109
Natação 137
Remo 145
Delegação Brasileira Aos XIX Jogos Olímpicos Aspectos Médicos 166
XVII Congresso Mundial de Medicina Desportiva México -1968 174
A Observação Psicológica 181
Atletismo 197
Atletismo 233
O Novo Salto em Altura Espetacular e Vitorioso 259
Volley-ball 267
Volley-ball 293
Volley-ball - Evolução do Preparo Físico 303

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.