Aprendizagem Motora

Fórum de discussão e divulgação das áreas de Aprendizagem Motora, Controle Motor e Desenvolvimento Motor

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevmotor/

Motricidade em Debate!



O VI Congresso Internacional de Motricidade da Serra Gaúcha, que ocorrerá em setembro, em Caxias do Sul - RS, terá entre os seus principais temas a Educação Motora, com participação do Prof. Doutor João Batista Freire. Confira mais detalhes: 

Entre os dias os dias 23 a 26 de setembro de 2015 Caxias do Sul vai sediar o VI Congresso Internacional de Motricidade – Prefeitura de Caxias do Sul e FSG, evento com patrocínio do Fiesporte.

A palestra de abertura será com o Professor Doutor João Batista Freire, com a temática: O mistério da motricidade e uma possível educação motora.

As inscrições podem ser feitas no site da FSG: www.fsg.br. 

O Coordenador dos Cursos de Educação Física (Licenciatura e Bacharelado) da FSG Prof. Daniel Zacaron, explica que o evento oferece uma oportunidade ímpar a estudantes e profissionais de aprofundarem o seu nível de conhecimento geral sobre assuntos atuais na área da motricidade e da atividade física bem como aprender novas metodologias que tangem aspectos relacionados a estas áreas com renomados pesquisadores.

Para o palestrante da noite de abertura, João Batista Freire, é muito importante que o profissional de educação física se preocupe constantemente com a atualização profissional. O professor deve estar preparado para formar o cidadão servindo-se do esporte (seja ele futebol, basquete, handebol, etc), como veículo pedagógico.

- Percebo que, embora os professores reúnam boas ferramentas pedagógicas, ainda pecam muito no domínio das questões metodológicas. O esporte não faz milagres; a simples prática do esporte não transforma ninguém em cidadão. Isso porque o esporte tem tanto virtudes quanto vícios. Quando observamos o esporte vemos, claramente, que estão presentes tanto a coragem quanto a covardia, tanto a lealdade quanto a traição, tanto os erros quanto os acertos, e assim por diante. Deixado sem orientação, tanto pode acontecer uma coisa quanto outra; com uma má orientação, os vícios prevalecerão; bem orientado, as virtudes serão dominantes – ressalta o Prof. João Batista Freire.

Memória do Congresso de Motricidade

Em cinco edições, esse importante evento já proporcionou aos seus participantes algumas oportunidades incríveis de aprendizado como a palestra com o Prof. David L. Gallahue, em 2011. Considerado um dos principais estudiosos do movimento humano e autor de livros utilizados no Curso de Educação Física, como Compreendendo o Desenvolvimento Motor ele fez uma verdadeira campanha pelo fim do sedentarismo e pelo reconhecimento dos profissionais de Educação Física.

Em 2013, o Prof. Dr. Antônio Carlos Gomes, Superintendente de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Atletismo e Diretor de Ensino da Academia Brasileira de Treinadores do Comitê Olímpico Brasileiro foi o palestrante.

Em 2015 o evento mantém o nível de excelentes palestrantes para proporcionar debates de alto nível para os participantes. 

 

O que: VI Congresso Internacional de Motricidade

Quando: de 23 a 26 de setembro

Onde: Faculdade da Serra Gaúcha (FSG)

Inscrições:  www.fsg.br

 

Comentários

Por José Ivan Mayer de Aquino
em 15-09-2015, às 13h32.

Penso ser um momento bem oportuno quando o Ministério da Educação coloca em debate as bases curriculares nacionais. Teremos a oportunidade de discutir os direitos e objetivos da aprendizagem motora, do letramento motor, da iniciação ao esporte e da educação física como contribuição ao debate. Inclusive das Estratégias 2.2 e 3.2 da Lei 13005/2014-PNE específicos para a Educação Física e ao ensino do esporte para toda a vida.

Por Roberto Affonso Pimentel
em 15-09-2015, às 18h29.

Aos professores e acadêmicos, principalmente gaúchos. Demais profissionais do ensino interessados.

Eis o grito que não quer calar: Como o Brasil pode melhorar?

------------

CULTURA, EDUCAÇÃO, & ESPORTE, LAZER

Atividades Físicas em Escolas ... Manual de Engenharia Pedagógica  

 

Construindo com professores as bases modernas de um Currículo Nacional. 

Em Educação nada é tão eficaz quanto, mais do que apenas repetir palavras, ensinar a pensar, a juntar ideias, a construir conceitos.    Enfim, a sermos CRIATIVOS. (autor desconhecido) 

O que se propõe...

  • Estimular a criatividade nas escolas desde o ensino fundamental e aprimorá-las a seguir no ensino médio e universitário.
  • Uso de Tecnologia da Informação e Comunicação, sendo um dos objetivos específicos da educação para a liberdade.
  • Autonomia para o autodidatismo, levando o indiivíduo que já sabe poder buscar conhecimento de modo apropriado à educação escolarizada, presencial.
  • Desenvolvimento profissional através de EaD, além de Formção continuadacom prevalência na prática - Residência Pedagógica. 

Educar para a Vida!

  • Como podemos incentivar o aluno a ter ideias, a expô-las e a se conectar com outros de maneira que façam com que a ideia saia do papel?
  • Comoa neurociência pode contribuir para as atividades físicas?
  • Como atenuar a violência e absenteísmo nas escolas, especialmente no ensino médio? 

Alunos e professores do séc. XXI

Incluímos nas propostas um elemento novo, um contributo à disciplina Educação Física em sua alternativa Esportes. Sem perder de vista que a educação jamais termina, buscamos o diálogo com as demais disciplinas, a exemplo de cientistas do cérebro, cujo desafio atual é levar o conhecimento produzido em laboratórios para a sala de aula, construindo uma ponde de informações entre professores e estudiosos. E ainda, a oferta de uma formação profissional continuada de professores, utilizando ferramentas modernas como técnicas de design instrucional e TICs a serviço de ideias inovadoras. Tudo isto diponibilizado na web.

Roberto A. Pimentel

www.procrie.com.br/

Niterói-RJ

-----------------------------

Nota: o autor participou recentemente do I InternationalSymposium on Science for Education, Rio de Janeiro (5-6/jul/2015): temas voltados para a Educação. Pouco antes, solicitou aos organizadores espaço para apresentação de seu trabalho; infelizmente a grade de apresentações estava completa. Pelos comentários dos quase 200 professores presentes, teria feito sucesso, pois eram o que esperavam ouvir.

 

 

Roberto A. Pimentel

Niterói-RJ

Por Genislei José de Oliveira
em 02-02-2016, às 09h34.

A fase motora fundamental abrange dentro de si os maiores fatores influenciadores no que se diz respeito aos aspectos de coordenação e controle motor e é através dessa fase que as crianças darão inicio as suas primeiras experiências e ações, levando-as a buscarem habilidades e movimentos coordenativos que influenciarão seus desenvolvimentos nas demais fases, contribuindo para uma aprendizagem motora “perfeita”.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.