Copa 2014

Debate e informações sobre o Projeto para a Copa 2014

Entrar na Comunidade

Sp: Itaquera Não Ganha Obra Nem com Copa



Deu no Jornal da Tarde
http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/itaquera-nao-ganha-obra-nem-com-copa/

Itaquera não ganha obra nem com Copa

A Copa do Mundo de 2014 não deve trazer melhoria para a infraestrutura do transporte em Itaquera, zona leste da capital, onde o Corinthians vai erguer o seu estádio, que deve receber a abertura da competição. Também não está prevista nenhuma nova grande obra viária. Estado e Prefeitura falam em investir apenas nas linhas de trem e metrô já existentes. Nada de novos ramais. Promessas de obras só “alças de acesso e alargamento de vias”.

Itaquera é a última estação da Linha 3-Vermelha do Metrô. É também uma das regiões mais populosas da cidade, mas com baixa oferta de emprego. Os deslocamentos são fundamentais, especialmente em direção ao centro.

O resultado: a linha é a mais lotada do planeta. Tem 10 pessoas por metro quadrado, quando o tolerável é seis. “Trem lotado, calor, fila para pegar escada, para passar na catraca, para entrar no trem. É um inferno”, diz o auxiliar de serviços gerais Antônio Alves dos Reis, de 26 anos, passageiro da linha.

O secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirma que, somados, Metrô e CPTM dão conta da demanda. “O estádio terá capacidade para 60 mil torcedores. As duas linhas transportam 120 mil pessoas por hora. Em meia hora, eu loto o estádio”, disse Fernandes, na semana passada.

A Prefeitura tem projeto para fazer um corredor de ônibus na Radial Leste. Mas a futura via expressa só vai até a metade do caminho. Para no cruzamento da Radial com a Avenida Aricanduva, a 8,7 km de distância do estádio.

Comentário

São Paulo, a cidade, poderia começar a investir em um Telão na Praça da Sé. Vai ser o mais perto que os paulistas vão chegar da Copa...

Não é mais uma questão de cediar a abertura ou não. É questão de ficar completamente de fora.

Itaquera teria que dar um salto de qualidade em 4 anos, nunca antes visto. E nada conspira a favor da região.

Não tem nada lá. E nada planejado pra lá. E cada vez menos tempo para se executar qualquer coisa que seja planejado pra lá.

E o Estádio? 
O Projeto, até onde se sabe, só foi visto e muito criticado pela Dona Fifa. Um mundo de problemas. 

Não tem dinheiro para bancar nem metade do projeto inicial (o famoso me engana que eu gosto). Projeto que não atende. Projeto que, enquanto projeto, deve ser inflacionado. E com bola rolando, deve o que...? Duplicar de valor? Triplicar?

Difícil entender (rs) o que levou São Paulo a se comprometer com um barco furado desses. Abriu mão, facilmente, do Morumbi em troca de... nada? 

Vale sempre lembrar... em Agosto do ano passado o Morumbi, que já tinha projeto detalhado e aprovado para receber pelo menos uma partida de oitavas de final, foi vetado. Vertado por não cumprir prazos.

Estamos no meio de Fevereiro e o que temos de novo? Nada!

São Paulo corre sério risco de ficar sem Copa. Por mais absurdo que isso possa soar.

Comentários

Por Fernando de Castro Neves
em 15-02-2011, às 19h09.

Boa tarde!

Sou corintiano e gostaria muito que meu time tivesse o estádio prometido, mas para a Copa do Mundo não tem a minima condição, porque:

- as vias de acesso já são muito congestionadas hoje, imagina na Copa;

- metrô no horário de pico parece sardinha em lata, os jogos deverão ocorrer fora destes horários;

- Marginal, melhorou com as mudanças feitas, mas é só chover que volta o estado anterior;

- Radial Leste, não tem a minima condição, hoje o transito é caótico, em qualquer hora do dia;

Diante disso, qual é a solução? Não vejo outra, senão manter o projeto inicial, com o estádio do Morumbi.

O Corinthians terá seu estádio merecido, mas no momento ideal.

Abraço.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.