Educação Física e Esporte

A primeira comunidade do CEV

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevefesporte/

Ibge Mostra os Estados Que Mais(e Menos) Têm Educação Física. Pense 2015.



Cevnautas,

Muito importante a pesquisa do IBGE classificando a prática da EF nos estados. A notícia do Diário Catarinense traz algumas comparações.

O anúncio do PeNSE2015 na página do IBGE diz que dá pra acessar os dados. Como sou semi-analógico não consegui. Alguém consegue e ensina aqui?

http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/pense/2015/

Só achei pra comprar: http://loja.ibge.gov.br/pesquisa-nacional-de-saude-do-escolar-2015.html

A notícia:

Alunos catarinenses do 9º ano são os que mais praticam atividade física na escola, diz IBGE Daniel Conzi/Agencia RBS

A prática regular de atividade física desde a infância e adolescência está diretamente associada a benefícios físicos e psicológicos a curto e longo prazo

Nove em cada dez alunos do 9º ano do Ensino Fundamental participam de pelo menos duas aulas de Educação Física na semana em escolas catarinenses. O Estado lidera a estatística levantada na Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira com base na resposta de 3.615 estudantes de 145 instituições de ensino — públicas e privadas. Em relação à média nacional, somente 48,4% dos escolares informaram ter dois momentos de atividade física semanalmente.

— Nossa estrutura nas escolas, tanto na privada quanto na pública, para a prática de esportes chama a atenção. A orientação também contribui para esse índice elevado — avalia o coordenador estadual da PeNSE, Dárcio Borges.

Nesse indicativo, praticamente não há diferença de gênero entre aqueles que responderam voluntariamente ao questionário em Santa Catarina. 87,3% das meninas fazem Educação Física e 87,1% dos meninos também garantiram participar. A discrepância, no entanto, está presente quando são comparadas escolas municipais e particulares: 90,9% e 58,3% respectivamente.

Leia também:
Evento oferece imersão de 15 horas no mundo dos negócios em Florianópolis
WhatsApp muda termos de uso e compartilhará dados com Facebook; entenda
Veja quais as melhores opções de países e de modelos de intercâmbio

Espírito Santo (80,4%) e Mato Grosso do Sul (75,7%) aparecem na sequência entre os Estados em que os alunos mais fazem Educação Física, enquanto Ceará (17,3%), Acre (16,9%) e Pará (15,9%) encerram a lista.

Apesar da boa colocação estadual, Florianópolis (78,3%) não figura no topo do ranking entre as capitais, cujo destaque ficou para Vitória (86%) e Curitiba (82,8%).

A prática regular de atividade física desde a infância e adolescência está diretamente associada a benefícios físicos e psicológicos a curto e longo prazo, além de indicar o nível de prática na idade adulta, conforme contextualiza o coordenador do Laboratório de Pedagogia do Esporte da Universidade Federal de Santa Catarina, Edison Roberto de Souza.

— O esporte é uma grande ferramenta de desenvolvimento humano, porque trabalha competências relacional, produtiva e pessoal e, portanto, trabalha na formação cognitiva, motora, pessoal, social e produtiva.

O pesquisador acrescenta que Santa Catarina é um dos poucos Estados a exigir aula de Educação Física desde a pré-escola.

Tempo da atividade física

A duração da atividade física feita pelos alunos catarinenses também teve destaque na pesquisa do IBGE. Cerca de 37,5% dos estudantes responderam ter pelo menos 300 minutos (cinco horas) de atividade por semana — o índice é denominado atividade física acumulada e inclui o deslocamento de casa para a escola e da escola para casa, aulas de educação física na escola, e outras atividades físicas extraescolares.

A resposta coloca o Estado na 7ª colocação do ranking, que tem o Distrito Federal (40%) como líder. A média nacional é de 34,4%. A maioria dos adolescentes (60,8%) foi classificada como insuficientemente ativa e 4,8%, como inativa. Houve importante diferença no indicador entre os estudantes por gênero. Enquanto quase 44,0% dos meninos informaram praticar 300 minutos ou mais de atividade física semanal, para as meninas esse percentual foi pouco superior a 25%.

Estrutura

O Estado catarinense ainda apresenta outro bom indicativo em relação à prática de esportes: é o terceiro colocado entre aqueles que mais possuem pista de corrida ou atletismo em condições de uso (7,2%). Rio Grande do Sul (7,4%) e Distrito Federal (7,3%) são melhores ranqueados.

Fonte com fotos e links: http://dc.clicrbs.com.br/sc/estilo-de-vida/noticia/2016/08/alunos-catarinenses-do-9-ano-sao-os-que-mais-praticam-atividade-fisica-na-escola-diz-ibge-7335144.html
 

Comentários

Por Aldemir José Ferreira Teles
em 28-08-2016, às 09h13.

Laércio e amigos cevnautas, o documento pode ser baixado "digrátis". Após abrir o link http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/pense/2015/ aparece no lado superior esquerdo "Introdução", logo abaixo clique em "Publicação completa" e o documento será aberto para download.

 

Por Laercio Elias Pereira
em 28-08-2016, às 10h23.

Opa, Dema, OBRIGADO!

Está indexado na biblioteca: http://cev.org.br/biblioteca/pesquisa-nacional-de-saude-do-escolar-2015/

Por José Henrique dos Santos
em 30-08-2016, às 15h58.

Laércio, aí vai!!!!

http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv97870.pdf

Por Laercio Elias Pereira
em 30-08-2016, às 17h28.

Opa, José Henrique, Cevnautas,

OBRIGADO! Indexei na biblioteca: http://cev.org.br/biblioteca/pesquisa-nacional-de-saude-do-escolar-2015/

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.