Esporte Escolar

Esporte Escolar, Esporte Educacional, Desporto Escolar são as áreas de interesse nessa Comunidade.

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevesporteescolar/

Artes e Educação Física Serão Valorizadas nas Atividades de Escolas



Segundo secretário, esportes e artes serão privilegiados com quatro horas semanais no contraturno.

O secretário estadual da Educação, Flávio Arns, disse nesta sexta-feira (21) que os professores de educação física da rede estadual do Paraná devem ficar tranquilos com relação à implantação da matriz curricular de referência, que determina o número máximo de duas aulas de educação física para o ensino fundamental.

Arns explicou que a Secretaria trabalha com a perspectiva da educação em tempo integral, com aumento gradativo do número de estudantes fazendo atividades complementares no período de contraturno, onde o campo do esporte e lazer está entre os preferidos dos alunos e das escolas, assim como o campo das artes. “O esporte e lazer, assim como as artes, são privilegiados com quatro horas semanais no contraturno”, afirma Arns.

Além disso, por iniciativa do atual governo, foi criada a hora treinamento, que permite que cada escola possa formar suas equipes em diferentes modalidades esportivas, bem como grupos de dança, bandas, fanfarras e outras atividades.

“Se somar tudo, pode passar de oito horas semanais e a tendência é a valorização da educação física na matriz curricular e o esporte na formação do aluno”, explica o secretário. “Tudo isso vai fazer com que tenhamos uma necessidade extraordinária de profissionais, entre professores e monitores em todas as escolas”, afirma.

Ainda de acordo com o secretário, em 2012, atividades complementares em contraturno beneficiaram mais de 350 mil estudantes de 1.850 escolas e a perspectiva é aumentar esse número.

Comentários

Por Roberto Affonso Pimentel
em 16-01-2014, às 08h35.

Maxiano, 

Colhi em seu perfil que deseja sempre ampliar seus conhecimentos. Isto é salutar. Dessa forma, ofereço-lhe oortunidades de ampliar seus horizontes frequentando também o Procrie (www.procrie.com.br/sumario). Neste sumário estão catalogados pouco mais de 500 títulos já postados que tratam, principalmente, de Metodologia e Pedagogia, Formação Continuada e História do Voleibol.

Quanto ao programa de governo de que trata acima, coloco-me à disposição do Senhor Secretário Flávio Ams para colaborar na Formação dos professores. Mostre-lhe o que se contém no PREZI, um sítio exclusivamente educacional: http://prezi.com/9nhuhq5t7coh/procrie/ .

Ressalto que o projeto pode ser aplicado para qualquer desporto, pois está colocado em bases metodológicas e pedagógicas. Se gostarem, gostaria de me comunicar diretamente com você e os agentes educacionais diretamente envolvidos. Aguardo-os

  

Por Maxiano Dâmaso Martins
em 16-01-2014, às 11h18.

 A prática profissional docente na escola aliada ao compromisso ético em desenvolver uma aula de Educação Física de boa qualidade,,advinda de uma boa metodologia e proposta pedagogica ,ja citadas a cima ,  é o caminho para a construção de uma Educação Física escolar plena de saberes essenciais ao ser humano, contudo a ideia acima pode ser um primeiro passo importante na educaçao fisica escolar .

desde ja agradeço ROBERTO PIMENTEL  pelo convite , e tenho interresse sim de saber mais sobre o Procrie e quem sabe partipar !

Por Gustavo Vilela Crispim
em 17-01-2014, às 10h37.

Na minha opinião é uma grande iniciativa,em  meu projeto e em alguns eventos que trabalhei usamos a arte como forma de expressão sobre o tema trabalhado.Expressar como forma de desenho,teatro,etc..; o que compreendem sobre o assunto é uma boa estratégia para conhecer o perfil dos alunos.Concordo plenamente com essa inclusão..

Por Maxiano Dâmaso Martins
em 18-01-2014, às 15h14.

 

Na minha opinião as aulas de educação física se limitam muito a esportes tradicionais como futsal ,futebol e vôlei .É isso se torna um problema ,pois isto pode vim a causar a auto exclusão ,pelo fato de alguns não terem a identificação com determinado esporte .Portanto o caminho e estruturar e diversificar as aulas como por exemplo a  participação em brincadeiras cantadas; criação de brincadeiras cantadas; acompanhamento de uma dada estrutura rítmica com diferentes partes do corpo; apreciação e valorização de danças pertencentes à localidade, participação em danças simples ou apitadas pertencentes a manifestações populares, folclóricas ou de outro tipo que estejam presentes no cotidiano.

Por Vanessa Ramos de Freitas
em 22-01-2014, às 14h19.

Esta iniciativa adota pelo governo Paranaense tem tudo para ser mais um projeto de sucesso. Ampliar os horários das aulas de Educação Física e Artes para os alunos da rede estadual proporcionará aos mesmos uma maior diversificação dos conteúdos e horas de práticas com disciplinas essenciais para a formação destas crianças. Além de que consequentemente também irá gerar mais empregabilidade em  nossa área.
O Governo Federal, por exemplo, já conta com algumas escolas em nível experimental do Programa Escola Integral, programa este que já repercurte de forma positiva no aprendizado dos alunos e também valoriza as aulas recreativas como Educação Física, Artes, entre outras.
Interessante seria se outros estados adotassem a mesma prática desenvolvida pela Secretaria Estadual de Educação do Paraná.

Por Roberto Affonso Pimentel
em 22-01-2014, às 14h57.

Olá Vanessa,

Excelente a sua visão. Devo dizer-lhe que estou enviando hoje uma proposta de implantação de meu projeto - Procrie - para escolas paranaenses diretamente ao Secretário Flávio Arns.

 Estou inclinado a fazer o mesmo para TODOS os Estados e ver no que vai acontecer. Experiências não me faltam, como poderá aquilatar no blogue Procrie - www.procri.com.br/sumario/  e no sítio exclusivamente educacional Prezi: http://prezi.com/9nhuhq5t7coh/procrie/

Aproveite suas férias e examine atentamente as propostas, especialmente em Metodologia e Pedagogia. Depois, diga-me o que achou. Lembrando que as informações e conhecimentos ali dispostos podem ser aplicados em qualquer área desportiva, quiçá, educacional.

Aproveite e desenvolva em sua comunidade e escola. Parabéns pelo alcance de seus pensamentos.   

Por Monica C. M. Souza
em 24-01-2014, às 01h43.

Caros,

Espero que vocês tenham entendido muto bem que Artes e Educação Física NÃO possuem nenhum vínculo ou similaridade. São áreas totalmente DIFERENTES e distintas. São áreas e profissões totalmente diferentes.  No âmbito escolar e fora dele são áreas totalmente autônomas e distintas. Espero que esteja MUITO claro para vocês quem é cada um destes profissionais. 

Deve ser corrigindo também que  Artes não é aulinha ou atividade recreativa. Artes é uma área de conhecimento e conteúdo como qualquer outro. Artes também é bem diferente do conteúdo de educação física. Profissional de Educação Física NÃO tem nada que se meter a se passar por professor de Artes, pois não tem formação muito menos legitimidade para isso.

Profissional/professor de Artes é quem tem formação específica nessa área ou seja graduação e posgraduação em Dança, Teatro, Música e Artes Visuais. Sendo este profissional o responsável pelo ensino destes conteúdos tanto no ambito escolar quanto fora dele. Existe toda uma legislação que regulamenta essa questão.

At

   

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.