Esporte Escolar

Esporte Escolar, Esporte Educacional, Desporto Escolar são as áreas de interesse nessa Comunidade.

Entrar na Comunidade

Principios do Esporte Educacional



PRINCÍPIOS DO ESPORTE EDUCACIONAL

(Extraído do livro ESPORTE EDUCACIONAL Uma proposta Renovada, 1996, INDESP).

TOTALIDADE - Fortalecimento da unidade do homem (consigo, com o outro e com o mundo), considerando a emoção, a sensação, o pensamento e a intuição como elementos indissociáveis desta mesma unidade, favorecendo o desenvolvimento do processo de auto-conhecimento, auto-estima e auto-superação, visando a preservação de sua individualidade em relação às diversas outras individualidades, tendo em vista o contexto uno e diverso no qual está inserido.

CO-EDUCAÇÃO - Concepção da Educação que, como um processo unitário de integração e modificação recíproca, considerando a heterogeneidade (sexo, idade, nível sócio-econômico, condição física, etc.) dos atores sociais envolvidos e, fundamentando-se nas experiências vividas de cada um dos participantes e estruturando a atuação pedagógica apoiada na ação e reflexão, tem na relação mestre-aprendiz, como o encontro entre dois educadores, o seus alicerce.

EMANCIPAÇÃO -  Busca da independência, autonomia e liberdade do homem, fundamentando-se nos princípios da educação transpessoal, pelo qual o aprendiz “é encorajado a despertar, a se tornar autônomo, a indagar, a explorar todos os cantos e frestas da experiência consciente, a procurar o significado, a testar os limites exteriores, a verificar as  fronteiras e as profundidades do próprio eu” oportunizando assim, o desenvolvimento por intermédio da criatividade e da autenticidade, da capacidade de discernir criticamente e elaborar genuinamente as suas próprias razões de Existir.

PARTICIPAÇÃO -  Valorização do processo de interferência do homem na realidade na qual está inserido, fundamentado nos princípios de co-gestão, co-responsabilidade e integração e favorecendo seu comprometimento, como ator-construtor dessa mesma realidade, propicia o gerenciamento das questões de seu interesse, tendo em vista  o processo de organização  social decorrente do exercício de seus direitos e responsabilidades.

COOPERAÇÃO - União de esforços no exercício constante da busca do desenvolvimento de ações conjuntas para a realização de objetivos comuns, fundamentada no potencial cooperativo e no sentimento comunitário de cada um dos participantes do processo, estreitando, assim, os laços de solidariedade, parceria e confiança mútua, de forma a fortalecer as habilidades em perseverar, em compartilhar sucessos e insucessos, em compreender e aceitar o outro, como elementos constitutivos do processo de co-evolução do homem.

REGIONALISMO - Respeito, proteção e valorização das raízes e heranças culturais , como sinergias constitutivas do todo, considerando a singularidade inerente aos diversos mundos culturais, surgidos da relação intrínseca entre seus elementos, de forma a resgatar e preservar a sua identidade cultural, no processo de construção do coletivo.

Comentários

Por Renato Sampaio
em 08-06-2009, às 18h22.

Podemos considerar os princípios elencados como GERAIS, ou sejam, como questões do pensamento educacional do esporte. São princípios filosóficos fundamentais para uma concepção ampla do esporte.

Diante das múltiplas formas possíveis de se encarar o esporte educacional/escolar, a pedagogia do esporte tem se debruçado em tendências, das quais destacamos as correntes mais inovadoras (a partir de Bunker & Thorpe, passando por João Batista Freire). Neste caminho, destacamos cinco princípios PARTICULARES, que se articulam com os gerais. São eles: A compreensão, a criatividade, a competitividade, a co-responsabilidade e a cooperação. Todos eles, situados na perspectiva de "ensinar esportes por meio de jogos"

Renato Sampaio Sadi

Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia do Esporte

Departamento das Ciências da Educação Física e Saúde

Universidade Federal de São João del-Rei-MG

Por Roberto Affonso Pimentel
em 20-06-2009, às 17h00.

Podemos considerar também os princípios elencados como TEÓRICOS. Diante do quadro da EDUCAÇÃO no Brasil, como tornar PRÁTICOS todos eles? Conhecem as questões colocadas pelos construtores e protagonistas das nossas escolas? Finalmente, como contribuir concretamente para a aplicação de tantos princípios? 

Roberto Affonso Pimentel. 

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.