Fitness e Qualidade de Vida

Planejamento e a execução de programas de atividade física voltados para a manutenção da saúde e da estética de maneira segura e prazeirosa

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevfitness/

Sedentarismo



    Estudo mostra que pessoas acima do peso ativas são mais saudáveis que magros sedentários. Segundo a Federação Mundial de Cardiologia, pessoas que não praticam exercícios físicos têm um risco duas vezes maior de sofrer doenças do coração, ter pressão alta e desenvolver diabetes quando comparadas a quem pratica exercícios físicos regularmente, independente do fato de as pessoas estarem ou não acima do peso.

Mais em:http://www.globalfitness.com.br/portal/noticias/estudo-mostra-que-pessoas-acima-do-peso-ativas-sao-mais-saudaveis-que-magros-sedentarios/

Deixe seu comentário sobre o assunto!

Comentários

Por Sidnéia da Silva Gomes
em 12-01-2016, às 21h07.

A falta de atividade física causa o sedentarismo que como consequência traz o aparecimento de doenças como a hipertensão, doenças respiratórias, diabetes, aumento do colesterol, infarto e também doenças cardiovasculares. Estudos mostram que o sedentarismo é classificado como uma doença e atinge cada vez mais pessoas no mundo. Uma da principais causas são as modernidades que encontramos atualmente, pois a conforto acabou tomando conta das pessoas e cada vez mais não damos conta disso e mesmo sem saber a população acaba ficando acomodada. O sedentarismo pode ainda acelerar o envelhecimento.

Por Thiago da Costa Barros
em 14-01-2016, às 19h41.

Riscos do Sedentarismo

Todo mundo sabe que a prática de exercícios físicos traz muitos benefícios à saúde. Ficar sem se exercitar pode causar vários tipos de doenças, principalmente as ligadas ao sistema cardiovascular. 

Obesidade, pressão alta, diabetes, aumento do colesterol, infarto, derrames, depressão, doenças articulares, são alguns exemplos das doenças às quais o indivíduo sedentário se expõe. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria das doenças.

Doenças associadas ao sedentarismo

Obesidade

Colesterol alto

Diabetes

Hipertensão arterial

Infarto

Asma

Alguns tipos de câncer

Distúrbios psicológicos

 

Tantos malefícios ele causa e ainda tem pessoa que fala que é bobeira fazer atividade física, as pessoas estão ficando cada vez mais preguiçosas por conta de comodidade, tecnologia e preguiça, então nós como educadores físicos temos que mostra o lado bom da atividade física para as pessoas a importância de se movimentar.  

 

http://www.sautil.com.br/fatores-de-risco-e-prevencao/sedentarismo/conteudo/sedentarismo

Por Ramon Dias Lourenço
em 01-02-2016, às 11h10.

A falta de atividade física e a má alimentação, além de fatores genéticos, contribui para várias dornças como diabetes, hipertensão, obesidade e etc. É compravado cientificamente os benefícios da prática da atividade física com frequência, pois a atividade física pode impedir e tratar tais enfermidades como substituição ao uso fármaco com o acompanhamento de um profissional.

Por Samuel Augusto Gois
em 01-02-2016, às 14h04.

O sedentarismo é um fator de risco importante por si só, mas exerce uma influência negativa direta sobre outros fatores de risco (p.ex., obesidade, hipertensão, metabolismo do colesterol). A redução da força estática e dinâmica, daendurance muscular e da mobilidade aumenta também os riscos de acidentes e lesões do aparelho locomotor. Dada a grande prevalência do sedentarismo, pelo menos nos países industrializados, o seu combate deve ser incluído no planejamento das políticas de saúde pública. As conseqüências desta situação são evidentes. Para melhorar ao máximo as suas propriedades morfológicas, fisiológicas, bioquímicas e metabólicas, o organismo humano necessita de uma determinada quantidade de atividade motora ao longo da vida. O uso adequado da musculatura esquelética, com as suas conseqüências fisiológicas adaptativas para todos os demais sistemas, faz parte do "manual de instruções" do corpo. A falta de uso é contra as "instruções de uso" ditadas pelas leis da natureza. 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86921998000200005&script=sci_arttext&tlng=es

Por Luísa Helena Silva
em 01-02-2016, às 18h18.

O sedentarismo é a falta de atividade física suficiente para o corpo e que também acaba afetando a saúde e atrofiando os músculos. Quando se fala em atividade física, ela não está necessariamente apenas na prática de esportes. As atividades físicas podem ser caminhada até o trabalho, subir escadas, realizar alguns esforços físicos ou até mesmo as donas de casa, que de certa forma fazem esforços, limpando suas casas. O Sedentarismo acontece quando a pessoa gasta poucas calorias diárias com qualquer tipo de atividade física, pessoas que não tem costume de fazer qualquer exercício. Para sair da classificação do sedentarismo, o ser humano precisa gastar 2.200 calorias por semana. 

Por Ana Luíza Ferreira
em 01-02-2016, às 19h39.

Por Ana Luíza Ferreira
em 01-02-2016, às 19h40.

Por Ana Luíza Ferreira
em 01-02-2016, às 19h41.

Por Larissa Vitalina de Medeiros Pires
em 02-02-2016, às 15h18.

O sedentarismo pode estar  associado a diversos problemas de saúde que  se desenvovem nas pessoas, porém a falta de atividade física torna-se um vilão quando associada a obesidade devido ao grande acúmulo de gordura nos tecidos e vasos corporais e devido ao grande número de opções de alimentos e estabelecimentos de fast food muitos jovens e crianças chegam a atingir a obesidade e tornan-se adultos sendetários uma vez que o peso lhes impede de realizar com certo conforto uma prática esportiva, o ganho de peso e o sedentarismo atinge um grande número de jovens e adultos prejudicando sua sáude,reduzindo sua força e mobilidade e piorando a qualidade de vida desse grupo.

fonte: http://www.scielo.br/pdf/jped/v80n3/v80n3a04

Por Thiago Moraes
em 02-02-2016, às 19h20.

O sedentarismo é um dos males da sociedade contemporânea, pois é o responsável por uma série de enfemidades que atormentam o ser humano. A prática de atividades fisicas regulares é o recurso que todos os profissionais da saúde recomendam para os indivíduos que não são fisicamente ativos. A má alimentação e a falta de exercícios fazem com que o corpo do indivíduo fique estagnado, propício a adquirir doenças, e consequentemente, a perca da qualidade de vida. Diabetes, hipertensao, colesterol alto, osteoporose, problemas respiratórios, são alguns dos distúrbios que podem ser causados pela ausência de práticas corporais habituais. Então, a sociedade precisa ser ainda mais conscientizada de que o sedentarismo é o grande vilãio da atualidade e que devemos combatê-lo de forma vigorosa.

Por Johnny Dias
em 02-02-2016, às 22h04.

A pratica de exrcicios é um forte aliado no combate a doenças do coração, pressão alta, obesidade e até o stress. O individuo sedentario, mesmo sendo magro, pode desenvolver doenças pela falta da pratica de exercicios. Atualmente a sociedade vem nos tornando cada vez mais sedentarios devidos as facilidades trazidas pelas tecnologias que facilitam nosso dia-a-dia e nos deixam cada vez mais desentarios.

Por Mariane Mariana de Azevedo Silva
em 09-03-2016, às 02h32.

Por muitos anos os indíviduos associavam a magreza como sinônimo de saudável mas essa ideia atualmente já é vista como mito. Os fatores que colaboram com o surgimento das DCNT's que são as doenças crônicas não transmissíveis como por exemplo  a diabetes,hipertensão estão associadas a má alimentação, sedentarismo entre outros. As pessoas estão cada vez mais sedentárias, atualmente fala-se muito em melhora da qualidade de vida mas. que qualidade de vida é essa em que as pessoas estão cada vez mais doentes? Essa é uma boa reflexão, pois em conjunto com a melhoria do sistema de saúde as pessoas estão cada vez mais adoecendo.

O sedentarismo é consequência da facilidade de acesso que temos hoje em dia, violência e interesse das industrias farmaceuticas em produzir cada vez mais remédios. As pessoas atualmente não andam mais sem carro, não fazem caminhada,pedem comida por delivery. É dessa facilidade que eu me refiro, facilidade em obter as coisas, em não se movimentar. Muitas pessoas associam atividade física a ir na academia, correr no parque, mas a atividade física está na caminhada que você faz até o trabalho, das escadas que sobe em casa, que são necessárias para fortalecermos os musculos para tornar simples as atividades do dia a dia.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h35.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h39.

Por Thaís Estevao
em 09-03-2016, às 10h42.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h53.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h53.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h54.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h55.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 10h56.

Por Thaís Estevão Bernardes
em 09-03-2016, às 11h22.

 É a falta ou a diminuição da atividade física. Na verdade, o conceito de uma pessoa sedentária tem relação com a quantidade de calorias que ela gasta semanalmente, seja em atividades esportivas ou nas tarefas do dia a dia. Além de atingir órgãos vitais como coração, rins, cérebro, entre outros, o sedentarismo impacta diretamente na saúde dos músculos e ossos, que se tornam mais frágeis, pois ficam sem uso, literalmente, atrofiando, perdendo a flexibilidade e comprometendo a saúde como um todo. Todo mundo sabe que a prática de exercícios físicos traz muitos benefícios à saúde. Ficar sem se exercitar pode causar vários tipos de doenças, principalmente as ligadas ao sistema cardiovascular. Obesidade, pressão alta, diabetes, aumento do colesterol, infarto, derrames, depressão, doenças articulares são alguns exemplos.

 

Por Glauber Starling de Alencar
em 15-03-2016, às 20h53.

A obesidade é um dos principais fatores de risco pra diverças doenças, entre elas a hipertensão e o diabetes, sendo que nessa ultima a perda de peso é um dos meios de se tratar a doença. A prática regular de atividade física promove adaptações que ajudam o organismo no combate a uma porção de doenças. Desta forma um indivíduo, mesmo obeso, que pratique atividade física regular irá se beneficiar de tais adaptações fisiológicas, mesmo que não ocorra a perda de peso esse indivíduo ativo estará mais adaptado e condicionado que um magro sedentário. 

Por Carolina Mendonça Salomão Lopes
em 24-03-2016, às 16h09.

Analisando pelo lado ruim, há fatores como a genética, sedentarismo, e entre outros, que tornam a pessoa sedentária e a leva para situaçoes de dificuldade extrema, como por exemplo, a obesidade. Essa, por consequência, carrega consigo, problemas cardiovasculares e que se agravam com o tempo. Portanto, a prática de atividade física, não só pode, como deve fazer parte do cotidiano do indivíduo, mesmo que seu objetivo não seja amenizar a obesidade, mas aumentar de forma positiva, o nível de sua saúde. 

 

Por Mariana Cristina da Silveira Lessa
em 24-03-2016, às 16h32.

 

A vida sedentária provoca literalmente o desuso dos sistemas funcionais. O aparelho locomotor e os demais órgãos e sistemas solicitados durante as diferentes formas de atividade física entram em um processo de regressão funcional, caracterizando, no caso dos músculos esqueléticos, um fenômeno associado à atrofia das fibras musculares, à perda da flexibilidade articular, além do comprometimento funcional de vários órgãos.

 

 

Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio são alguns dos exemplos das doenças às quais o indivíduo sedentário se expõe. O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para a morte súbita, estando na maioria das vezes associado direta ou indiretamente às causas ou ao agravamento da grande maioria das doenças.

 

Por Mariana Cristina da Silveira Lessa
em 08-04-2016, às 19h28.

As consequências do sedentarismo podem ser aumento do peso corporal e da massa gorda, porque o indivíduo tem tendência a ficar na mesma posição por várias horas, provocando alterações no corpo.

Além disso, outras consequências do sedentarismo incluem:

  • Atrofia muscular;
  • Problemas articulares;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Obesidade;
  • Aumento do colesterol;
  • Problemas cardiovasculares, como Infarto ou AVC;
  • Diabetes tipo 2;
  • Distúrbios do sono.

Para evitar o sedentarismo, os indivíduos devem praticar atividades físicas diárias que não incluam as atividades normais do dia-a-dia. A atividade física, idealmente, deve ser diária e durar um período de uma hora.

Podem ser realizados caminhada, corrida, natação ou outro esporte associados a uma alimentação balanceada.

Por Júlia Batalha Gomes Costa
em 03-05-2016, às 22h55.

Considerado por alguns o mal do século, o sedentarismo, vem crescendo na sociedade atual, pelas facilidades automatizadas da modernidade. As pessoas estão preferindo o que exige menos esforço, e o que não necessita gasto energético. Pessoas que vivem nas condições do sedentarismo, estão mais sucetíveis ao surgimento de doenças, como hipertensão, diabetes, aumento dos níveis de colesterol, triglicerídeos, glicose e outros. A prática de atividade física, além de prevenir contra as doenças citadas acima, melhora a força muscular, a mobilidade articular,além propocionar a sensação de prazer e bem estar.  

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.