Idoso

Idosos, Atividade Física e Envelhecimento

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevidoso/

Os Benefícios do Esporte na Terceira Idade



" O médico geriatra Renato Maia aponta que as atividades físicas são benéficas mesmo se a pessoa começa a se exercitar já com uma idade avançada. Mexer o corpo envolve um gasto de energia que controla o peso e ajuda no equilíbrio implicando também em socialização, além de uma vida mais prazerosa. Atividade física não significa comprar um tênis e uma roupa bonita e ir para a academia. Pode até significar isso, mas pode ser também a caminhada, a bicicleta, pode ser um esporte qualquer e até mesmo a dança de salão." 

É de grande importância incentivar a prática de esportes, principalmente na terceira idade, pois nessa fase da vida existem fatores que podem dificultar atividades simples do dia-a-dia do idoso, e que podem ser amenizadas e/ou melhoradas com a atidade física. Existem opções variadas de atividades para que o idoso possa escolher o que gosta e deseja praticar? Ou ainda é preciso avançar neste contexto?

Comentários

Por Jáder de Souza Teodoro
em 16-01-2016, às 23h34.

Estudos indicam que a prática regular de exercício físico orientado com parâmetros fisiológicos, pode contribuir na redução dos escores para depressão e ansiedade em indivíduos com mais de 60 anos. A importância da prática de atividade física pelo idoso é amplamente divulgada na literatura que de uma maneira geral preconiza que os programas de atividades físicas devem ser baseados nas capacidades fisiológicas e nas limitações dos participantes (princípio da individualidade biológica).

A Educação Física, de certo modo, não conseguiu cumprir ainda seu papel fundamental que é educar o indivíduo para atuar em seu próprio benefício através de atividades diárias, sem a presença de um professor. O que teria consequencia positiva para quando o indivíduo chegar na idade avançada ter a conciencia da importancia de se manter ativo física e psiquicamente.

Por Larissa Vitalina de Medeiros Pires
em 01-02-2016, às 16h09.

''Na concepção de Vieira (1996) e Lopes (2000), os processos de envelhecimento se iniciam desde a concepção, sendo então a velhice definida como um processo dinâmico e progressivo no qual ocorrem modificações, tanto morfológicas, funcionais e bioquímicas, como psicológicas, que determinam a progressiva perda das capacidades de adaptação do indivíduo ao meio ambiente, ocasionando maior vulnerabilidade e maior incidência de processos patológicos''

Todos sabemos que a prática de atividade física faz bem para saúde pois melhora a qualidade de vida, melhora a postura, dá mais ânimo, melhora a qualidade cardiorespiratória ou seja melhora a vida do praticante. E essa prática é fundamental em todos os estágios da vida humana, além de ajudar na prevenção de doenças cardíacas, praticar exercícios também podem melhorar a capacidade motora da terceira idade que vem crescendo cada vez mais. ''Segundo Schmitz, as atividades físicas estão diretamente relacionada à qualidade de vida na velhice, principalmente no que diz respeito a prevenção de doenças cardíacas, uma das maiores causas de mortes no mundo. E entre as principais razões para o desenvolvimento desse problema estão a má alimentação, estresse e sedentarismo, tidos como comportamentos típicos da sociedade contemporânea.'' 

link usado como base: https://www.revistas.ufg.br/index.php?journal=fef&page=article&op=view&path%5B%5D=67&path%5B%5D=66

link usado como base: http://www.projetoesporte.com.br/blog/a-importancia-da-pratica-da-atividade-fisica-na-terceira-idade/

Por Thiago Moraes
em 01-02-2016, às 22h40.

Sabe-se que a prática regular de exercícios pode reduzir uma série de problemas, e movimentar o corpo desde a juventude é essencial para que o indivíduo(a) envelheça com uma boa qualidade de vida, de acordos com seus hábitos diários. O exercício físico pode previnir o cancer, a depressão, a  osteoporose,  problemas cardiovasculares, entre outros, mas infelizmente, a Ed. física no nosso país ainda não oferece muitas maneiras acessiveis (financeiramente, em questão de estrutura, etc.) para que o idoso viva muito mais tempo.  Então, é importante que os educadores físicos que estão chegando no mercado de trabalho tenham uma visão ampla e inovadora com relação a esse mercado, procurando dar mais opções ao idoso de se exercitar, independente da maneira que for realizado, pois o mesmo necessita de uma rotina de exercícios para que a sua expectativa de vida seja maior, livre das enfermidades que foram citadas acima, que são, de fato, avassaladoras na nossa sociedade nos tempos de hoje.     

Por Genislei José de Oliveira
em 02-02-2016, às 09h15.

 É também de grande importância a elaboração de um plano de treinamento destinado para pessoas da terceira idade com o objetivo de realizar uma atividade física para manter a boa forma, sem um enfoque competitivo, requer, um conhecimento profundo do professor de educação física a qual este treinamento será dirigido às características necessárias do idoso.

Por Ana Luíza Ferreira
em 02-02-2016, às 14h29.

Existe cada vez mais evidencias científicas apontando o efeito benéfico de um estilo de vida ativo na manutenção da capacidade funcional e da autonomia física  durante o  processo de envelhecimento. Um dos benefícios do treinamento de força na terceira idade são; melhora do equilibrio, e na velocidade ao andar, melhora da ingestão alimentar, da auto-estima, ajuda no controle do diatebe, artrite, doenças cardiacas. É importante o acompanhamento de um profissional de educação física qualificado durante as atividades.  

 

Por Hugo Mendes
em 02-02-2016, às 15h34.

Toda atividade fisica trabalhada para idosos tem que ser extremamente bem trabalhada, respeitando o limite do aluno, e sempre fazendo um acompanhamente lado a lado.

Cada idoso precisa ser muito bem avaliado para poder saber quais tipos de alongamentos e / ou exercícios que poderão ser passados .

Por Camila Silva Bittencourt
em 03-04-2016, às 13h05.

Uma das principais causas de acidentes e de incapacidade na terceira idade é a queda que geralmente acontece por anormalidades do equilíbrio, fraqueza muscular, desordens visuais, anormalidades do passo, doença cardiovascular, alteração cognitiva e consumo de alguns medicamentos. O exercício contribui na prevenção das quedas. Segundo dados científicos a participação em um programa de exercício leva à redução de 25% nos casos de doenças cardiovasculares, 10% nos casos de acidente vascular cerebral, doença respiratória crônica e distúrbios mentais. 

Por Stéfany Moreira
em 22-06-2016, às 17h26.

O envelhecimento é um fenômeno natural, e está habitualmente ligado a perda de força, queda da resistência, diminuição da coordenação e principalmente perda do domínio corporal. O conforto da vida moderna contribui com tudo isto, sem contar a maturação física que, com o passar do tempo, impede que movimentos que antes eram corriqueiros passem a ser mais difíceis e menos explorados .

A boa notícia é que o treinamento funcional pode ser um verdadeiro parceiro dos idosos, pois visa desenvolver as qualidades físicas e movimentos básicos necessários no dia a dia como força, resistência, equilíbrio, os atos de sentar e levantar, andar, correr, carregar, empurrar, puxar, etc. Mais do que ajudar quem está na terceira idade a manter a forma, o treino funcional é saúde e contribui para que quem esteja nesta fase seja capaz de realizar asatividades físicas que sempre realizou.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.