Legislação Desportiva - CEVLeis

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevleis/

IV Seminario de Legislacao 2010. Comunicacoes. Confira



Lista de Comunicações, Temas Livres. Autor(es), Co-Autor(es). Orientador(es). Confiram os trabalhos pré-aprovados e submetidos à Comissao Cientifica.

1.

DIREITO DE ARENA NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO

Luiz César Cunha Lima,Brasília-DF, Agente FIFA e advogado

cunhalimaadv@gmail.com

A IMAGEM DO ATLETA

Carla Vasconcelos Carvalho

Mestranda no Programa de Pós Graduação em Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Bolsista do CNPQ. Trabalho elaborado e publicado com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).carlavcarvalho@gmail.com

DAS MULTAS AOS ATLETAS PROFISSIONAIS DE FUTEBOL:CONSTITUCIONALIDADE E APLICABILIDADE

Fernando Tasso de Souza Neto
Instituto Pernambucano de Direito Desportivo
fernandotassoadv@gmail.com

A FACULDADE FICTÍCIA DOS CLUBES DE FUTEBOL PROFISSIONAL

Daniel Peralta Prado, Acadêmico de Direito

Universidade Federal do Paraná

cap_peralta@hotmail.com

O DOPING POR ESTIMULANTES COMO SUBSTÂNCIAS PROIBIDAS NÃO-ESPECIFICADAS: OS LIMITES ENTRE INFRAÇÃO DISCIPLINAR E CRIME DE TÓXICO

Fernando Diniz Gonçalves Braz

Acadêmico de Direito da Faculdade Maringá – Paraná - Brasil

fbraz4630@hotmail.com

Orientador: Prof. Dr. Alberto Puga

FRAUDE E DIREITO DE IMAGEM DO ATLETA PROFISSIONAL DE FUTEBOL

PEDRO LUIZ OLIVEIRA DE AFFONSECA

ORIENTADOR: ANGELO VARGAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ), FACULDADE NACIONAL DE DIREITO (FND), RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL

pedro.affonseca@terra.com.br

PORQUE SE CRIAR A COMISSAO DE DIREITO DESPORTIVO EM UMA SUBSECCAO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL (OAB)?

José Pinheiro

advogado

Idealizador, proponente e coordenador desde a sua instalação, em 07/02/2006, da Comissão de Direito Desportivo da 21ª Subseção da OAB/SP-BAURU/BRASIL 

2.

LEGISLACIÓN DEL DEPORTE EN EL PARAGUAY

Lic. AMÍLCAR COLMÁN

Director del Departamento de  Educación Física

UNIVERSIDAD AUTÓNOMA DE ASUNCIÓN (UAA), ASUNCIÓN, PARAGUAY

acolman@uaa.edu.py

Colaboradores:

Ms. Cornelio Comet (UAA)

Luís Cañete (UAA)

Competências e objetivos institucionais estatutários: a anômala função confederativa do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Marcela Alexandre Moreira

Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB)

Marcus Mota da Cunha Lopes

Ministério Público Federal

marcela@cpb.org.br

“FAIR PLAY” NO DESPORTO BRASILEIRO

José Pinheiro

Comissão de Direito Desportivo(CDD),OAB/BAURU/SP/BRASIL

jopinheiro@uol.com.br

DIREITO, ESPORTE E MEIO AMBIENTE

Pedro Henrique de Assis Mourão

Aluno de Graduação da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Trabalho elaborado e publicado com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

pedromouraop@gmail.com

LEI DO INCENTIVO AO ESPORTE: APLICAÇÃO NAS MANIFESTAÇÕES DO ESPORTE E CAPTAÇÃO DE RECURSO

Pedro Bataglioli Cavazzoni

Orientadora: Profa. Dra. Flávia Cunha Bastos

Universidade de São Paulo (USP)

Escola de Educação Física e Esporte (EEFE)

pedrocavazzoni@hotmail.com

3

PROGRAMA “JUSTIÇA PRESENTE” NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL DE SANTA CATARINA

Alexandre Beck Monguilhott

Presidente da CEDD da OAB/SC

Robson Vieira

Procurador do TJD do Futebol de Santa Catarina

Antônio Julião da Silva

Gestor do Projeto perante o TJ/SC

alexandremonguilhott@terra.com.br

EFEITO SUSPENSIVO DOS RECURSOS PERANTE O STJD DO FUTEBOL

Itamar Luiz Monteiro Côrtes e Rafael Espínola Torres

Scopo Sports – Curitiba – Paraná - Brasil

itamar.cortes@scoposports.com / rafaeto@hotmail.com

NOVA FRONTEIRA DA JUSTIÇA DESPORTIVA APÓS O ESTATUTO DO TORCEDOR

MiltonJordão

Instituto de Direito Desportivo da Bahia

mjordao@iddba.com.br

REGIME JURÍDICO DOS TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DESPORTIVA

Simone Pilotto

UNIP – São José dos Campos – SP

simonesp@unip.br

REFORMA DO ART.58-B, §1° DO CBJD: DA PROVA DE VÍDEO X SÚMULA DA PARTIDA, AVANÇO OU RETROCESSO AO ESPORTE

Luiz Carlos Fernandes da Silveira

Marechal Rondon, Paraná

luizcarlosfernandes@hotmail.com

Comentários

Por Daniel Peralta
em 19-11-2009, às 09h50.

Prezado Dr. Alberto Puga.

Entendo o trabalho que um evento como este exige poré, gostaria de saber se existe alguma previsão de quando a Comissão Científica dará sua decisão final aos trabalhos aprovados?

Agradeço a atenção.

Daniel Peralta

Por Daniel Peralta
em 19-11-2009, às 09h51.

Prezado Dr. Alberto Puga. Entendo o trabalho que um evento como este exige porém, gostaria de saber se existe alguma previsão de quando a Comissão Científica dará sua decisão final aos trabalhos aprovados? Agradeço a atenção. Daniel Peralta

Por Alberto Puga
em 19-11-2009, às 13h54.

Daniel e demais proponentes!

Antes de tudo, cumprimento-o pela submissao de seu trabalho: A FACULDADE FICTÍCIA DOS CLUBES DE FUTEBOL PROFISSIONAL,Daniel Peralta Prado, Acadêmico de Direito,Universidade Federal do Paraná, cap_peralta@hotmail.com

Estamos aguardando a manifestacao oficial da Comissao Cientifica. A qualquer momento o resultado sera publicado e conformado diretamente para o email dos interessados.

Alberto Puga, moderador CEVLEIS

Por Robson Vieira
em 19-11-2009, às 15h09.

Mestre Puga,

Ainda aprendendo a trabalhar com essa nova forma de debate, Floripa confirma presença em Foz.

E que venha a PSP.

Por Daniel Peralta
em 19-11-2009, às 17h57.

Estimado Dr. Puga

Agradeço os cumprimentos pela submissão e aproveito para dizer que é motivo de muito orgulho para mim ter um trabalho avaliado e aprovado pelo doutor.

Aguardo ansiosamente a manifestação oficial da Comissão Científica, esperando para que possa apresentar o artigo no Seminário, porém, se decidirem pelo contrário, estarei presente no Seminário para assistir exposições de pessoas ilustres como a sua, a de Paulo Schmitt e do Mestre Marcilio Krieger.

Daniel Peralta 

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.