Educação Física no Maranhão

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores em Educação Física e Esportes no Maranhão

Entrar na Comunidade

Continuando as Breves Anotações Sobre a Punga dos Homens?, Po Marco Aurelio Haikel



Continuando as Breves Anotações sobre a Punga dos Homens…, po Marco Aurelio Haikel 0comentário

Continuando as Breves Anotações sobre a Punga dos Homens…

4ª Parte

Quando do seminário supramencionado, ao serem questionados por qual razão em São Luís não ocorria a prática da Punga dos Homens, os mestres deram como resposta que sendo esta de movimentos fortes, intensos e vigorosos aplicá-la em ambiente de pessoas que não eram da mesma esfera de amizade, ou seja, entre brincantes de turmas ou lugares de origens diferentes poderia ocorrer confusões, razão pela qual os mais velhos neutralizavam ou desestimulavam-na.
Uma vez na roda, os baiadores que nela interagem estão sujeitos a levar a punga, sendo que pode vir a ser aplicada sem que determinada pessoa se dê conta, pois nem todas as vezes impõe-se sinalizar ao outro que o mesmo receberá a punga. Geralmente, quem deverá recebê-la fica posicionado de uma forma que se prepare para tomá-la, enquanto quem a aplicará, antes realizará uma série de caqueados, volteios, meneios e negaceadas, para em dado momento lançar o “coice”.
O certo é que depois de avançada a hora, com a cachaça no sangue – sim, pois se trata de uma festa acontecendo e quanto mais tarde for, mais o álcool faz efeito e mais intensas são as pungas – qualquer um que se encontre na roda está sujeito a ser derrubado. Daí que no entender dos mais velhos, uma vez em São Luís, com tambozeiros dos mais variados lugares do Maranhão, um embate entre baiadores desconhecidos poderia causar contendas e brigas de proporções nada interessantes.
Diante de tal situação, a prática da Punga dos Homens foi desestimulada na Capital ficando restrita às localidades e ambientes em que as pessoas se conheçam, ou pelo menos, de comunidades que interajam entre si.
Com isto, em São Luís sobressaiu-se a Punga das Mulheres, ou a umbigada, em que a beleza, a sensualidade e a desenvoltura femininas se tornaram a tônica.

 

Comentários

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.