Marketing Esportivo

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores

Entrar na Comunidade

Estamos Ajudando o Netinho do Emerson Fittipaldi. Não é Mimoso?



Cevnautas do marketing,

   Essa notícia veio pelo Facebook do João Freire

João Batista Freire atualizou seu status: "O netinho do Emerson Fittipaldi recebeu um dinheirinho substancial para ajudar em sua carreira de piloto, seguindo os passos do avô. O problema é que esse dinheirinho saiu do nosso bolso, ou seja, da lei de incentivo ao esporte do governo federal. É para isso que serve nosso dinheirinho: para ajudar rapazinhos ricos a praticar seus esportes ricos para deleite de seus parentes ricos."

Laercio

PS: Segunda a familia está tudo dentro da lei: http://tazio.uol.com.br/noticia/familia-fittipaldi-justifica-apoio-tudo-esta-dentro-da-legalidade

Comentários

Por Mathias Roberto Loch
em 13-03-2012, às 17h15.

Esta infelizmente é a história da maioria das nossas políticas públicas. 

Favorecem os mais favorecidos.

Equidade inversa!!!

Cadê a Globo numa hora dessas? Ah, o Galvão Bueno e seus filhos também foram favorecidos pela mesma lei.

Ah... está tudo legal!

Então tá!

A Globo está mais preocupada em fazer textos positivos sobre as muitas realizações do Sr. Ricardo Teixeira e falar mal do bolsa família e das políticas de cotas (isso sim são políticas públicas absurdas, não é mesmo? Favorecem os mais pobres! Onde já se viu? Estes vagabundos não querem trabalhar ou estudar para passar no vestibular normal?). Por favor, essa última parte é ironia, ok?

Isso também nao importa, porque em Londres conquistaremos muitas medalhas no hipismo e na vela, esportes muito populares na Belgica, ops, no Brasil. Só espero que nossos nobres cavaleiros, que por equivoco geográfico nasceram no Brasil, reaprendam a falar o português.

Durma-se com um barulho destes!

Por Alexandre Moreno Castellani
em 13-03-2012, às 17h16.

Dando uma de advogado do Diabo... diria que o Netinho do Fittipaldi se deu ao trabalho de escrever e submeter um projeto. Espero que tudo dentro da lei, como diz a familia. Enquanto isso, os não netinhos do Fittipaldi procuram motivos para justificar seus não sucesso. É o que eu diria bancando o advogado do Diabo.

Por Mathias Roberto Loch
em 15-03-2012, às 18h00.

O problema não está em ser legal ou não.

O problema é ter uma lei que permite este tipo de coisa!

Tudo bem... os problemas sociais brasileiros acabaram! Então vamos rumos à potência olímpica!!!

Que venha o legado da Copa e Olímpiadas!!!

E quem fala mal é frustrado e fracassado!!!

Aliás... nem nacionalista é (Ame ou deixe-o)!!! 

Por Edison Yamazaki
em 15-03-2012, às 21h45.

A lei existe, é fato. Dizem que leis são para serem obedecidos e não questionados. Não sei...

Se está tudo dentro da lei, não temos muito o que discutir apesar de uma certa imoralidade. Eu queria saber como vivem nossos atletas do atletismo, do handebol, do esgrima, da ginástica olímpica, da natação, dos saltos ornamentais, do judô, do remo, do ciclismo, etc. Se tiver dinheiro para todos eles, então o netinho pode tentar sua sorte no automobilismo. Mas, se um desses brasileiros estiver sem patrocínio, aí a coisa pega.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.