Mídia e Esportes

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevmidia/

Guia Para a Mídia de Como Cobrir os Jogos Paralímpicos



Em setembro de 2016, os Jogos Paralímpicos (JP), um dos maiores eventos esportivos do mundo, vão acontecer no Rio de Janeiro. Estes Jogos se constituem em uma oportunidade única para se educar as pessoas sobre os diferentes tipos de deficiência e se combater estereótipos relacionados com a questão da deficiência. O fato de os jogos estarem ocorrendo no Brasil, associado a uma boa cobertura por parte da mídia, pode possibilitar a promoção de imagens mais positivas dos atletas e pessoas com deficiência em geral. Ou seja, a mídia pode contribuir para com a promoção da visibilidade e reconhecimento de atletas paralímpicos, o que consequentemente, pode ajudar as pessoas com deficiências a superar problemas de acessibilidade e preconceitos sociais.

A mídia desempenha um papel fundamental na transmissão de valores culturais e na produção e reprodução de representações sociais. No entanto, vários estudos internacionais têm demonstrado que a quantidade e qualidade da cobertura jornalística dos Jogos Paralímpicos na mídia tradicional têm sido abaixo dos padrões olímpicos. Infelizmente, a maioria dos profissionais da mídia conhecem pouco os Jogos Paralímpicos e tendem a demonstrar um sentimento de perplexidade em relação aos mesmos. Isto normalmente leva a uma cobertura estereotipada e irrealista dos Jogos e atletas Paralímpicos.

Com o objetivo de fomentar uma cobertura mais inclusiva e justa do esporte para pessoas com deficiência, duas instituições acadêmicas (Universidade de Kent e Universidade Federal do Paraná) uniram forças, e com o apoio financeiro do Newton Fund/Fundação Araucária, criaram este guia para a imprensa. Este guia foi projetado para ser utilizado por profissionais da mídia brasileira, de modo que os jornalistas possam fornecer um retrato mais inclusivo das pessoas com deficiência durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Sabemos que para muitos jornalistas, os Jogos Paralímpicos Rio 2016 serão a sua primeira experiência com pessoas com deficiência e com o esporte paralímpico. Desta forma, buscamos oferecer abaixo algumas informações para ajuda-los a fazer um bom trabalho neste sentido. Boa parte destas informações se inspiram no “Guide to Reporting on Paralympic Sport” do British Paralympic Association, produzido para os Jogos Londres 2012 e no “Guide to Reporting on Persons with an Impairment”, publicado pelo International Paralympic Committee em 2014.

Acesse o guia aqui: http://cev.org.br/biblioteca/guia-para-a-midia-como-cobrir-os-jogos-paralimpicos/

 

Comentários

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.