Políticas Públicas

Fórum de discussão e divulgação da área de Políticas Públicas

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevppublicas/

Políticas de Esporte e Lazer Para a Juventude: Para Além do Capital



A tentativa de construir uma política pública de esporte e lazer a partir dos Megaeventos A trajetória dos megaeventos no Rio de Janeiro foi retomada desde a gestão de César Maia em 1998 e a edição do Plano Estratégico da Cidade 2001-2004, passando pelo dossiê da candidatura para cidade-sede do Pan 2007, que já contava com a parceria do Ministério do Esporte durante o governo Lula (2003-2010). Neste mesmo período, São Paulo, a maior cidade do Brasil, foi derrotada pelo Rio de Janeiro em escolha interna do Comitê Olímpico Brasileiro para a candidatura brasileira aos Jogos Olímpicos de 2012, realizados em Londres. Uma nova candidatura do Rio de Janeiro para sediar os jogos de 2016 foi lançada, agora sem concorrência interna. O novo projeto de candidatura construiu um discurso proferido pelas esferas municipal, estadual e federal. A estratégia escolhida foi a de projetar para o mundo uma cidade imaginária e “maravilhosa”. No discurso surgem a baía da Guanabara despoluída, um Novo sistema viário, o BRT Transcarioca, Transoeste, o Complexo Esportivo em Deodoro, o Porto Maravilha, e de quebra o mais importante: “a alegria do carioca, que explode no Carnaval pelas ruas da cidade e é conhecida em todo o mundo, além, é claro, paixão do brasileiro pelo esporte”. Na visão abstrata e alienada do mundo da vida cotidiana, os Jogos Olímpicos criam ou atualizam o “imaginário” sobre a cidade a partir das estratégias de branding , buscando gerar vantagem competitiva e criar vínculos emocionais com o público. A invenção de uma narrativa positiva e oficial sobre a cidade faz parte de uma gestão de comunicação que se relaciona com as marcas que se envolvem no negócio, afinal, quanto mais branding, melhor.

 

Comentários

Por Caroline Hosken Caldeira
em 15-01-2016, às 17h03.

Adolf Hitler em 1936 usou das Olimpíadas para se promover, oportunizou-se a propaganda do nazismo, e atualmente esse espírito ainda faz parte desses eventos mundiais o de mostrar-se ao resto do mundo suas propriedades, potenciais, forças e etc.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.