Educação Física no Rio de Janeiro

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores em Educação Física e Esportes no Rio de Janeiro

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevefrio/

Manifesto Pressiona Crivella a Desistir de Transformar o Esporte em Subsecretaria



Cevnautas do Rio de Janeiro,

Aa entidades corporativas se movimentam.

Laércio

PELA EDUCAÇÃO FÍSICA   Manifesto pressiona Crivella a desistir de transformar o Esporte em subsecretaria

POR GIAN AMATO18/01/2017 15:21  

Entidades e professores de educação física lançaram manifesto contra a transformação da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer em subscretaria, incorporada à Educação na gestão do prefeito Marcelo Crivella.  

Em um documento assinado por 17 organizações, que será enviado a Crivella, o principal questionamento diz respeito ao fim do legado que seria deixado pelos Jogos Olímpicos.  

Os signatários querem pressionar o prefeito a voltar atrás na decisão, que, segundo o documento, "representa um retrocesso com um setor da área da saúde que administra 23 Centros Olímpicos, em um projeto capilarizado com centenas de núcleos, contabilizando quase 400.000 atendimentos e com 1.500 professores e estagiários da Educação Física".  

O documento também reclama da falta de atenção dispensada por Crivella ao movimento e lembra que o prefeito dizia ser o "senador da educação física".  

Já o atual secretário de Educação, Esporte e Lazer, César Benjamim, em entrevista ao Globo, disse que só o tempo dirá se o esporte será relegado. Atualmente, 13 das 22 Vilas Olímpicas estão sem contrato.  

A subsecretária de esporte será Patrícia Amorim, ex-presidente do Flamengo.  

A íntegra do manifesto:  

MANIFESTO DA EDUCAÇÃO FÍSICA   PREFEITURA DECRETA O FIM DA “CIDADE OLÍMPICA"    

Repudiamos veementemente o descaso com que o novo prefeito, ex-Senador da República pelo Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, está tratando a Educação Física e o Esporte na Cidade do Rio de Janeiro, que subitamente reduziu a Secretaria de Esportes a uma “subsecretaria” e a subordinou à Secretaria de Educação.    

O Rio de Janeiro deu novo significado ao termo Cidade Olímpica, sediando e realizando os maiores e melhores Jogos Olímpicos e Paralímpicos da história, graças, sobretudo, ao envolvimento e dedicação da população carioca, que há anos conviveu com obras e transformações que impactaram o cotidiano da cidade, sob a esperança de um legado Olímpico.    

Diante da crise financeira, política e social que vivenciamos desde 2014, a única coisa que realmente nos orgulhou foram os Jogos Rio 2016 e a esperança de vivermos dias melhores através do desenvolvimento de uma vida saudável através da atividade física e do esporte, o nosso maior legado – isso porque os aparelhos olímpicos já estão sendo sucateados!    

Pois bem, numa de suas primeiras ações o Prefeito rebaixa o status da única secretaria que realmente trabalha com a manutenção da saúde dos cariocas à status de subsecretaria, numa demonstração de descaso com a sociedade carioca, inviabilizando a resolução de questões ligadas a manutenção da saúde diretamente com o Prefeito, já que temos agora mais um interlocutor.    

Esta decisão significa um retrocesso para com um setor da área da saúde que administra 23 Centros Olímpicos, num projeto capilarizado com centenas de núcleos, contabilizando quase 400.000 atendimentos e com 1.500 professores e estagiários da Educação Física. Não existe algo parecido em escala municipal no planeta!    

Prefeito Crivella, não queremos ganhar o recorde de Cidade Olímpica que mais rápido arruinou todo o seu legado, pois é o que acontecerá com essa decisão histórica!    

Porém, o mais grave é que além de rebaixar a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer à uma subsecretaria é o fato de estar ligada a Secretaria de Educação, o que certamente trará prejuízos à nossa educação tão carente de avanços e investimentos.  

O que nos deixa mais perplexo é que o descaso com o esporte e a atividade física vem de um suposto aliado, um Senador da República que sempre se dizia “SENADOR DA EDUCAÇÃO FÍSICA” e que sequer responde as nossas indagações sobre esse descaso.  

A cidade olímpica está sendo destruída... o esporte, a atividade física, o lazer, ações que realmente trabalham com a prevenção e manutenção da saúde da população não interessam ao atual prefeito... e pelo visto, nem mesmo a Educação tem prioridade para esse governo.   

Até que ponto o desequilíbrio na atenção, nos incentivos e investimentos entre o Esporte e a Educação (antes em secretarias distintas) poderá prejudicar o desenvolvimento de nossa sociedade? Poderemos ter uma mente saudável sem termos um corpo saudável? Como o pensador romano já advertia os religiosos, é impossível.  

MOVAPEF - Movimento pela Valorização do Profissional de Educação Física  

CREF1 - Conselho Regional de Educação Física do Rio de Janeiro 

CREF1 Mulher  

SINPEFRJ - Sindicato de Profissionais de Educação Física do Rio de Janeiro  

APEFS RIO - Associações de Profissionais de Educação Física do Rio de Janeiro: Resende • Rio • Lagos • Norte • Petrópolis • Serrana • Campo Grande (Zona Oeste) • Angra • Baixada • Norte/Noroeste • Zona Sul/ Centro • Barra / Jacarepaguá • Niterói    

FONTE: http://blogs.oglobo.globo.com/panorama-esportivo/post/manifesto-pressiona-crivella-desistir-de-transformar-o-esporte-em-subsecretaria.html

Comentários

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.