Luiz Roberto Nuñes Padilla

Professor universitário federal, coach e advogado
Brasil, Porto Alegre - RS.

Master coach em NLP, consultor de estratégia e advogado; especialista em Processo Civil; doutorando em Direito, concluiu os créditos e conquistou suficiência investigatória no Doutorado em Direito Público e Direito Privado nos Processos de Integração na América e Europa, da USC Universidade de Santiago de Compostela, Espanha; bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1983), melhor universidade do Brasil na avaliação MEC 2012, onde é professor. Docente, sem interrupções, no Departamento de Direito Privado e Processo Civil da Faculdade de Direito, desde 29/8/1992 como substituto e, a partir de 25/8/1994, no quadro permanente, nomeado na vaga decorrente da aposentadoria de Athos Gusmão Carneiro: http://vimeo.com/pad/prof/

Cursos,  conferências, simpósios, seminários, concursos, bancas, como ministrante, apresentador, debatedor, organizador, examinador, inúmeras, estão em upload na plataforma Lattes; em janeiro de 2007 em 8 dias,  nas áreas de Processo Civil, Direito Comercial, Direito Romano, Direito Civil e Instituições de Direito, participou de quatro bancas de concurso para professor, presidindo uma delas: http://lattes.cnpq.br/3168948157129653

Do Esporte e do Direito Desportivo:

Entre 1995-97, na Faculdade de Direito da UFRGS, defendeu a criação da nova disciplina no Currículo nos cursos de Ciências Jurídicas, o “Direito Desportivo”. Operacionalizada ao fim do século XX, desenvolveu uma abordagem inovadora; o sumário, plano de estudos e de ensino foram copiados em centenas de faculdades que os introduziram na sua grade curricular. Elaborou uma  "Teoria Geral do Direito Desportivo" com conceitos e principiologia próprios: http://www.padilla.adv.br/desportivo/

Colocou a UFRGS na vanguarda da área de conhecimento mundialmente reconhecida como centro pioneiro: http://www.estig.ipbeja.pt/~ac_direito/ddesportodisciplinas.html  

Membro da CEDLL OAB/RS, Comissão Especial de Legislação e Direito Desportivo; Auditor da Justiça Desportiva, Presidente do STJD da CBMTT, Confederação Brasileira de MuayThai Tradicional; Procurador de Justiça Desportiva do TJD da FGK, Federação Gaúcha de Karate. Em 2011, foi agraciado com o Lifetime Achievement and Humanitarian Award, do Budo-Ryu International - BRI Institute for Martial Arts Research, Holanda, reconhecendo um serviço excepcional para a humanidade: http://www.budoryu-international.com/group/index.php?option=com_content&view=article&id=55&Itemid=77

Dirigente sindical, é membro titular do Conselho da ADUFRGS-Sindical; fundador e Presidente do Sindiplam/RS, Sindicato dos Profissionais em Lutas, Artes Marciais e Instrutores de Defesa Pessoal do Estado do Rio Grande do Sul: http://www.facebook.com/Sindiplamrs

Dirigente desportivo, foi diretor (1994-7) da AFERGS, Associação das Federações Esportivas do Rio Grande do Sul, congregando todas as modalidades de esportes; diretor (1990/94), vice-presidente (1994/97), e presidente (1997/2001) da FGK Federação Gaúcha de Karate; Diretor da CBK, Confederação Brasileira de Karate (1992/97 e 2001/4).

Organizou dezenas de eventos de Karate, inclusive dos três Festivais Olímpicos Verão/RJ (1995 e 1996) e Inverno/SP (1995) realizados pelo COB Comitê Olímpico Brasileiro. Em 1996, chefiou Delegação Brasileira a Sasebo/Nagasaki onde foi conquistado um título ainda inédito, único não japonês vencedor da categoria de kumite, em mais de 30 anos de participação das delegações estrangeiras no Annual Tournement da Gojukai Karate. Coordenou o XIV Campeonato Mundial de Karate, no Rio de Janeiro (1998), com 2 mil participantes de 189 países.

Árbitro de Karate nas regras do sistema do COI, Comitê Olímpico Internacional, desde 1990 atuou em uma centena de eventos; foi diretor de arbitragem nacional (2001/4): http://www.grandesmestresmarciais.com.br/index.php?p=mestres&cat=7&id=174

Do Processo, e da Prática a uma Teoria Geral:

Mais de duas décadas de pesquisas sobre os processos, a sociedade, os esportes, as crenças e valores, resultaram em uma inovadora Teoria Geral da premissa de que toda a atividade humana acontece em 4 planos de atuação: http://www.padilla.adv.br/processo/tgp/

Membro do IBDP, Instituto Brasileiro de Direito Processual, colaborou na reforma processual a qual, na primeira metade dos anos noventa, transformou o CPC brasileiro de 1973 no mais moderno diploma de processo do mundo: http://www.padilla.adv.br/processo/morosidade/

Iniciou na lide forense em 1981, no SAJU, Serviço de Assistência Judiciária Universitária, da Faculdade de Direito da UFRGS como estagiário; chegou a Coordenador 1983. Advogado, atuou em milhares de processos; criou teses inéditas, muitas de repercussão, com registro, em seus assentos profissionais na OAB, de notória proficiência, uma menção de louvor, dentre outros. Ingressou na PGE-RS por concurso público de provas e títulos em 1992. Atuou na região serrana gaúcha, e coordenou a Procuradoria, em Caxias do Sul (1994-5). Promovido para a classe final, atuou na PDPE, Procuradoria de Domínio Público Estadual, onde foi promovido à classe superior. Ao combater a desmanche do patrimônio público mediante privatizações e  a corrupção tornou-se alvo de assédio, que se acentuou ao criar grupos de intercâmbio de informações entre os procuradores gaúchos http://www.grupos.com.br/group/pge.rs/ e os brasileiros http://www.grupos.com.br/group/anape, terminou sendo excluído do quadro através de um processo ilegal, em 2006, o qual se encontra sub judice.

Da Transdisciplinariedade:

Membro do NIETE, Núcleo Interdisciplinar de Estudos Transdisciplinares sobre Espiritualidade, da Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS, criado durante o II Salão de Extensão, no ano de 2000, constitui-se em um espaço singular de reflexão sobre Espiritualidade no processo de produção do conhecimento:  http://www.padilla.adv.br/ufrgs/niete/

Um dos precursores da 6ª onda tecnológica, da imaginação que aponta para a reconciliação entre o a Ciência e as Crenças, atualmente pesquisa a influências destas no sistema jurídico contemporâneo: http://www.padilla.adv.br/crenca/

Desde os anos noventa cria, administra e participa de grupos de debates pela Internet, fomentando a atualização e intercâmbio de conhecimentos e excelência acadêmica. Difusor do empowerment http://www.padilla.adv.br/alegre/ Criou e editou páginas e newsletters. "Misticismo & Ciencia”, em outubro de 2004, atingiu 17 bilhões de leituras: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150176488333823.309916.714013822&type=1&l=bbedf1d4cb

Ativista comunitário, fundou e presidiu, por duas gestões, o Rotary Moinhos de Vento, no arborizado centro geográfico da Capital gaúcha de mesmo nome; Membro do Conselho de entidades assistências, como a Kinder http://www.kindernet.org.br/  trabalha voluntariamente na Associação Casa de João Pedro, em Porto Alegre, uma das pioneiras no desenvolvimento da apometria.  http://www.padilla.adv.br/mistico/projecao/

Membro da AMORC desde 1978, após o Eletrônica na Escola Técnica Parobé, passou pelo curso de Engenharia na UFRGS e outros estudos complementares. Ao se especializar nas ciências jurídicas, há mais de duas décadas, iniciou pesquisas sobre Processo e Efetividade, Direito Desportivo, e TGP; centenas foram publicadas e quase todas também estão em: http://www.padilla.adv.br/teses/

 

.

Experiência Profissional:

 

Gestor desportivo, árbitro e dirigente sindical em lutas e artes marciais.

Especialista em Processo, Teoria Geral dos Processos, Direito Desportivo, matérias que, há mais de duas décadas, leciona na UFRGS. Ao final de 2012, o MEC a considerou a melhor universidade do Brasil.

Advogado com três décadas de experiência; Consultor de estratégia master coach


© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.