A Produção de Conteúdo Sobre Educação Física e Saúde no Youtube

Por: Angela Rodrigues Luiz e Yuri Rabelo Freitas da Silva.

XX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O acesso à internet possibilitou a experiência de se comunicar com quem está do outro lado da tela. Muitos conteúdos alcançam os diversos interesses das pessoas, dentre os quais destacamos a ação de compartilhar vídeos sobre culinária, esporte, música, jornalismo, atividade física, moda, maquiagem, dentre outros. Os vídeos da internet ficam à disposição para o livre acesso nas redes sociais, nos dispositivos móveis, nas plataformas virtuais.
O dinamismo da internet desenvolveu um ciberespaço para o consumo cultural, com uma democracia ao alcance de qualquer usuário: o YouTube. (RENÓ, 2007) Segundo algumas informações contidas no próprio site mais de um bilhões de usuários visitam o YouTube todos os meses e mais de seis bilhões de horas são assistidas a cada mês nos diversos canais.
Entre os conteúdos disponíveis no YouTube é possível identificar relatos e sugestões de pessoas que modificaram sua rotina e sua silhueta corporal, postando conteúdo dentro de uma categoria denominada fitness. O conteúdo desta categoria apresenta relação direta com as práticas corporais supervisionadas por professores e profissionais de Educação Física, tanto no âmbito das academias de ginástica quanto das atividades promovidas nos serviços de saúde pública. 
Diante do alcance de comunicação e mídia estimado pelo YouTube, através do número de visualizações e seguidores, instiga-nos conhecer o perfil dos Youtubers e sua relação com o campo de saberes e práticas da Educação Física. Tendo em vista que esta é uma área de formação que exige formação universitária e, para alguns campos de atuação, o registro no conselho federal específico. 
Considerando este investimento na formação inicial de um profissional de Educação Física e o compromisso com o ensino, orientação e acompanhamento das práticas corporais, este trabalho representa uma forma de análise sobre a valorização e competência do profissional de Educação Física, em comparação à massificação de informações sobre rotina de exercícios contidas no YouTube.
Neste contexto, este trabalho apresentará dados preliminares de uma pesquisa que tem por objetivo identificar o perfil dos YouTubers brasileiros que produzem conteúdo sobre Fitness, Educação Física, Atividade Física e Saúde.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.