Educação Física e Motivação. A Influência de um Programa de Ensino sobre a Prática de Atividades Físicas

Por: Carla Ulasowicz e José Fernando Bitencourt Lomônaco.

EDITORA CRV . 2011

Send to Kindle


Sobre a Obra

A Educação Física Escolar tem testemunhado inúmeras discussões e propostas de ressignificações no tocante a sua forma de ensinar, vivenciando diferentes abordagens sobre como direcionar o trabalho do professor na escola. Tem-se pautado, na maioria das vezes, em perspectivas pedagógicas que realçam a prática, no sentido do fazer sem proporcionar ao aluno informações sobre o porquê executar determinadas atividades. Neste contexto, o aluno vivencia uma prática descontextualizada.

Levando em consideração tal perspectiva e após vivenciar um programa de Educação Física para idosos (PAAF-GREPEFI-EEFEUSP), cujo objetivo era o de proporcionar-lhes conhecimentos para o auto cuidado, ensinando-lhes o porquê fazer, o que fazer como fazer e o quanto fazer de atividades físicas e motoras a fim de ampliar as capacidades dos diferentes sistemas do corpo, iniciamos a reestruturação da proposta deste programa de idosos vinculando-a a uma nova sistematização de conteúdos. Constatamos que esta nova forma de veicular o conteúdo era mais efetiva do que a anterior, uma vez que os alunos conseguiam associar os fundamentos biológicos à melhoria de determinado sistema do corpo estudado, o que tornava as aulas mais motivadoras e prazerosas.

Em função desta experiência, ocorreu-nos a ideia de investigar a influência de um programa de ensino na motivação para a prática de atividades físicas, ou seja, verificar se as informações sobre os benefícios da prática de atividades físicas e os malefícios do sedentarismo seriam capazes de motivar os alunos a praticarem atividades físicas, não apenas no ambiente escolar, mas e, principalmente, na sua vida diária. Esta foi a hipótese central da Dissertação de Mestrado elaborada pela primeira autora, sob a orientação do segundo autor, apresentada e defendida no Programa de Pós-graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.

É o relato deste estudo que ora apresentamos sob a forma de livro a fim de melhor divulgar nosso trabalho junto aos profissionais da Educação Física. O conteúdo do trabalho é assim apresentado:

1)No Capítulo 1 são tecidas considerações sobre a Educação Física Escolar, sua importância e sua íntima relação com a área da saúde e/ou qualidade de vida.

2)No Capítulo 2 são apresentados estudos sobre a relação entre a motivação e a prática de atividades físicas e são expostos os objetivos da presente pesquisa.

3)O Capítulo 3, a seção de Método, explicita as características da amostra, os materiais utilizados e os procedimentos adotados.

4)No Capítulo 4 são apresentadas as análises dos resultados dessa pesquisa.

5)Finalmente, no Capítulo 5, são analisados e discutidos os resultados encontrados, apontadas as limitações do trabalho e sugeridas novas pesquisas sobre o tema.

Esperamos que esse trabalho contribua para chamar a atenção dos envolvidos no processo de ensino e aprendizagem da Educação Física Escolar para a importância do conhecimento como fator motivador para a prática de atividades físicas.

Carla Ulasowicz
José Fernando Bitencourt Lomônaco

Endereço: http://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3160

Tags: , ,

O que são tags? Tags são palavras-chave (relevantes) usadas, no CEV, para classificar um determinado conteúdo.
Que tal sugerir uma?

Comentários


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.