Referenciais Prescritos Para Educação Infantil: Diálogos com o Professor de Educação Física

Por: Priscyla Simões Sousa Moreira.

2012

Send to Kindle


Resumo

Estuda os documentos oficiais da educação infantil, prescritos pelos órgãos centrais de gestão dos sistemas de ensino, com objetivo de compreender a concepção de criança, infância, educação infantil e Educação Física veiculada nesses documentos. Também analisa, por meio das narrativas dos professores de Educação Física, se de alguma forma, eles influenciam a prática pedagógica do professor de Educação Física no contexto institucional da educação infantil. Os documentos analisados foram: Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil (2009), Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil (1998), Parâmetros Nacionais de Qualidade para a Educação Infantil (2006) e Educação infantil: um outro olhar (2006). A abordagem teórico-metodológica foi o estudo autobiográfico, por meio
da entrevista narrativa (SUARÉZ, 2008). Entrevista sete professores de Educação Física que atuam na educação infantil no município de Vitória/ES, selecionados a partir do Seminário de Práticas Pedagógicas em Educação Infantil, realizado no ano de 2010. Analisa a forma como esses professores que atuam no Sistema Municipal de Educação de Vitória/ES, especificamente, na educação infantil, mobilizam os conhecimentos vinculados nos documentos oficiais para pensar a prática pedagógica, bem como a maneira como as concepções de criança, infância, educação infantil e Educação Física incidem na prática pedagógica desses professores. Constata que os documentos oficiais com maior representatividade para o professor de Educação Física, que atuam no universo da educação infantil, são o RCNEI e
Educação infantil: um outro olhar e que é a partir dos conceitos, crenças e valores, vinculados nesses documentos que se materializa a prática educativa da Educação Física no contexto infantil. Revela que as concepções de criança, infância e educação infantil que os doc
umentos oficiais trazem são apropriadas, de forma consciente ou não, pelo professor de Educação Física e dialogam com as prescrições nacionais e municipais. Sinaliza que é a partir da perspectiva da Cultura Corporal que os professores de Educação Física, colaboradores da pesquisa, desenvolvem suas práticas no interior das instituições de educação infantil e que é a partir das especificidades do contexto infantil, prescritas nos documentos norteadores voltados para as crianças de zero a cinco anos, como: cuidar e educar, horário de entrada, rotinas, horário de pátio, horário das refeições etc., que os professores planejam e sistematizam as aulas de Educação Física.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.