Educação Física Escolar

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevefescolar/

Importância da Educação Física Para os Estudantes.



No século passado a Educação Física teve uma forte influencia dos militares (ditadura militar entre 1964 e 1985) onde o principal objetivo da Educação Física era criar um atleta, ou seja, a busca continua pelo desempenho esportivo e pela vitória. Isso ocorreu devido a constante resistência e passeatas que estudantes faziam na época, tornando o esporte um meio de desmobilização e alienação.

Todavia Educação Física é muito mais do que o esporte. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), referencia criada pelo governo federal para padronizar o ensino no país, estipula que a Educação Física deve abordar os esportes, as lutas (karate, capoeira, judô, etc), ginásticas, atividades expressivas e rítmicas(dança, teatro, etc) e o conhecimento para o corpo (noções básicas do sistema muscular, ósseo, digestivo, importância da boa alimentação, entre muitos outros).

Percebe-se então que a Educação Física aborda diversos temas e não somente o esporte, mas alem disso, a visão e objetivo da Educação Física mudou. Hoje podemos definir que o objetivo da Educação Física é auxiliar o aluno no seu desenvolvimento físico, social e cognitivo.

Comentários

Por Monica C. M. Souza
em 03-01-2014, às 17h18.

Cara Professora Maria Marta Conrado,

Deve ser esclarecido alguns pontos no  seu comentáiro acima pois está totalmente EQUIVOCADO, errôneo, além se ser ilegal e ANTI-ÉTICO.

Trabalhar com Teatro e Dança NÃO é função  ou competência de Profissionais de Educação Física, pois não são profissionais desta área. Sendo que tais conteúdos NÃO estão nos Parâmetros Curriculares de Educação Física e sim de Artes.  Os PCN's Artes são orientações para a disciplina e profissionais de Artes e não para a educação física. Se tiver dúvida veja o que são conteúdos da disciplina Artes na escola: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro06.pdf

Dança, Teatro, Artes Visuais, Música e Artes Audiovisuais são conteúdos específicos da disciplina Artes nas escolas. Sendo esta última específica para o ensino médio.

Não tem absolutamente NADA nos  PCN's de Educação Física que falam ou orientam que professor de educação física tem que trabalhar com Teatro ou qualquer atividade artistica na escola ou fora dela, mesmo porque atividades artisticas de Dança, Teatro, Música, Artes Visuais, Circo etc não tem nada a ver com a formação ou com os propósitos de intervenção, com a  área ou  profissionais de educação física. Mesmo porque cada disciplina tem a sua abordagem e conteúdo, portando não tem nenhuma lógica a educação física querer ROUBAR os conteúdos de outra área, pois já tem os seus próprios conteúdos.

Sugiro minha cara, que você procure se esclarecer a respeito para não INVENTAR coisas por aí como no seu comentário acima, pois você está cometendo crime de FALSIDADE IDEOLÓGICA e  ESTELIONATO academico. 

Penso que a educação física ou os profissionais desta área, não precisa se promover  ROUBANDO as competências de outra área de forma ILEGAL apenas para "aparecer" de forma enganosa.

Se querem ser respeitados, os profissionais de educação física devem ter mais mais ética e respeito com outros profissionais e atuar na sua área que é educação física ao invés de usurpar conteúdos e tentar se passar de forma enganosa por profissionais de outra área. Atividades Ritmicas e Expressivas  na educação física são jogos (esconde, esconde, queimada),  brincadeiras cantadas e dança com o enfoque de educação física, que são as chamadas ginásticas travestidas de dança e visam condicionamento físico, emagrecimento,  etc.  Sugiro que vá trabalhar com ginástica ritmica e outros similares que é sua função. 

Cursos de Educação Física NÃO formam Profissionais da área de Artes (Dança, Teatro, Música e Artes Visuais), sendo que os profissionais desa área,  não tem formação ou legitimidade para atuar como tal.  Estou afimando isso baseado em toda a legislação educacional e profissional do Brasil e do Mundo. 

Esclareço mais uma vez que profissionais de Educação Física NÃO são artistas, professores e ou profissionais de Artes e não tem legitimidade para atuar como professor de nenhum conteúdo de Arte (Dança, Teatro, Música e Artes Visuais).  Os profissionais de educação física tem uma abordagem totalmente diferente, pois são da área das Ciências da Saúde e não tem nada a ver com a área de Artes.

A formação em Artes é específica e autônoma e se sá em cursos de graduação e pos graduação em Dança, Teatro, Artes Visuais e Música. Todos estes conteúdos são específicos da dsciplina Artes na Escola conforme determina o Parâmetros Curriculares Nacionais de Artes. Nenhum conteúdo de Arte faz parte do PCN da Educação Física. Portanto a professor se equivocou totalmente no comentário acima ao coloar teatro como conteúdo de educação física porque NÃO é. Leia os PCN's de Educação física : http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro07.pdf

É vergonhoso ver professores de educação física  tentando se  promover mentindo, desrespeitando os professores de profissionais de outras áreas e FRAUDANDO descaradamente até  os PCNs, deturpando as competências e funções da sua área.  E até ROUBANDO competências de outras áreas para tentar aparecer e se promover de forma ilegal e enganosa.

Isso é crime de ROUBO e estelionato academico, para tentar se passar de forma engando por profissionais de outra área. Como estas pessoas querem ser respeitadas se elas não respeitam os profissionais de Artes? Apenas querem ROUBÁ-LOS

* Se tiverem alguma dúvida consultem a legislação, espeto não ter que denunciar a professora à entidades representativas da área de Artes, por isso sugiro que procure se esclarecer antes de postar MENTIRAS por aqui.

At.

Mônica Mesquita

Professora de Artes (Dança, Teatro e Cinema)

Graduada em Artes Teatro

Posgraduada em Dança

Posgraduada em Cinema e Linguagem Audiovisual

 

Por Maria Marta Conrado
em 03-01-2014, às 21h36.

Prezada Monica, confesso que fiquei assustada com seu comentario, ainda por mais por ter vindo de uma professora posgraduada.  

Primeiramente sou graduanda em Educação Física e não professora. Segundo, aqui é um local de debate, troca de informações e aprendizado e não de ofensas.

No comentario eu disse que: "A Educação Física deve abordar os esportes, as lutas (karate, capoeira, judô, etc), ginásticas, atividades expressivas e rítmicas(dança, teatro, etc)" .Em momento eu  algum  eu disse  roubar competências de outras areas.

O trabalho de Educação Física nas séries iniciais do ensino fundamental é importante, pois possibilita aos alunos terem, desde cedo, a oportunidade de desenvolver habilidades corporais e de participar de atividades culturais, como jogos, esportes, lutas, ginásticas e danças, com finalidades de lazer, expressão de sentimentos, afetos e emoções.(http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro07.pdf)

Me explica por gentileza o seu comentario abaixo.

"Isso é crime de ROUBO e estelionato academico, para tentar se passar de forma engando por profissionais de outra área. Como estas pessoas querem ser respeitadas se elas não respeitam os profissionais de Artes? Apenas querem ROUBÁ-LOS"

Por Mabliny Thuany Gonzaga Santos
em 04-01-2014, às 16h04.

Monica,

Sempre leio seus comentários aqui no Centro Esportivo Virtual e todos eles são do mesmo nível, o que mostra que nem sempre conhecimento cientifico  tem a ver com competência para discutir algum assunto. O educador físico não é um profissional formado em artes, no entanto, isso não impede que este utilize de ALGUNS conhecimentos artísticos, até porque se pararmos pra pensar , por trás de um ator existe todo um trabalho corporal, e se a sua forma de pensar estivesse certa isso também seria considerado errado já que NÓS futuros profissionais de Educação física é que temos a condição para trabalhar com o corpo desta forma. Ninguém aqui quer roubar o lugar de um professor de teatro, musica, ou algo do tipo, queremos apenas mostrar o quanto essas duas áreas estão ligadas.

Att

Por Mabliny Thuany Gonzaga Santos
em 04-01-2014, às 16h20.

E só uma ultima questão: acho que você está comentando  na comunidade errada já que esta se chama EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. 

Por Monica C. M. Souza
em 04-01-2014, às 23h05.

Cara Mabliny,

Se a comunidade Chama-se Educação Física Escolar, voces deveriam abordar e tratar de  assuntos inerentes à esta área ao invés de querer  discutir sobre Arte, Circo, Dança, Teatro e espetáculos não? Pois estes assuntos NÃO TEM nada a ver com a educação física, é tentar forçar a barra para "aparecer". Em alguns momentos algumas comunidades por aqui deveriam se chamar "Picaretismo Escolar", diante da ignorância, falta de ética e de noção de alguns professores/profissionais de educação física. 

Se você gosta de arte que ótimo, mas isso não lhe dá o direito de se passar por profissional desta área. E vc se tiver ética e um pingo de conhecimento deve saber que profissionais de educação física NÃO são profissionais da área de Artes. Não adianta se enganar e tentar enganar as pessoas apenas por conveniência. Se não sabe disso procure se informar, pois tem gente por aqui que age por MÁ fé defendendos interesses do Cref, outros são por pura ignorância que espero ser o seu caso.

* Se quise te envio várias legislações sobre atuação e competência profissional.

Gostaria de saber qual a universidade ou curso PICARETA de educação física tá te ensinando que você ou qualquer profissional desta área é algum preparador de ator ou de artistas? A preparação corporal cênica é totalmente diferente da abordagem da área da educação física. Nosso preparo corporal é voltado para a arte e não para emagrecer.

Agora você está confundido, comente quando um ator precisa EMAGRECER ou entrar em forma aí sim ele procura um médico, um nutricionista e um profissional de educação física. Mas fora isso nenhum artista precisa de profissionais de educação física . Mas isso não é só um ator, é qualquer um, de professor de geografia ao dentista todos precisam da ajuda de um profissional de educação física para ajudá-lo a  emagrecer.

Sobre os meus comentários. Participo desta lista apenas para monitorar e denunciar ações PICARETAS de profissionais de educação física. Que aliás lamentavelmente e vergonhosamente são muitas. Quem me dera vir aqui para elogiar vocês não. E isso só seria possível se não tivesse tanto profissional PICARETA de educação física por aí.

Sei que às vezes generalizo, mas não é essa a questão tenho ótimos e ÉTICOS colegas e amigos profissionais de eduação física. Que respeito demais.

Porém   tem muita gente picareta por aí. Pra mim não interesse se vocês quiserem ROUBAR as competências da área da medicina ou fisioterapia, o problema é deles. Mas quando vocês tentam ROUBAR, se passar de forma enganosa e descredibilizar a formação na área de Artes isso me diz respeito sim.

Não existe NENHUM vínculo entre Artes e Educação Física. Aliás isso só interessa e é conveniente para você ou para  profissionais picaretas e oportunistas da sua área dizer que Artes e Educação Física tem alguma ligação. Nenhum profissional de Artes acha isso.  Não sei de onde você tirou que profissionais de educação física tem ou deve ter algum conhecimento artistico. Mas ter conhecimento não quer dizer que deve se passar por profissional especialista da área. Acredito que você deve saber somar não? Nem por isso é professora de matemática. 

Vou ser didática porque percebi que vc está apenas começando. Para seu esclarecimento o trabalho corporal do artor, bailarino, artista circense ou artista cênico em geral é TOTALMENTE diferente da abordagem ou intervenção da área a educação física. Se você tivesse um pingo de conhecimento sobre História da Arte, e das Artes Cênicas (Teatro, Dança e Circo) saberia disso, a História das Artes Cênicas tem MILÊNIOS de anos.  No mínimo o seu professor de Artes era um picareta de outra área. É isso é inaceitável.

Estamos lutando por um ensino de Arte de qualidade nas escolas, e isso envolve diretamente que este conteúdo seja ensinado por profissionais qualificados com formação específica nessa área. Para que não tenhamos analfabetos artisticos por aí.

Penso que a educação física tem o seu valor e importância, não deve querer se promover ou fazer uma história às custas do ROUBO de conteúdos e competências de outra área. 

Se os profissionais de  educação física querem ser respeitados devem aprender a ter mais ética ao invés de querer se passar de forma enganosa por profissionais de outras áreas. A educação física tem os seus próprios conteúdos e abordagem. E isso não lhes dá o direito de USURPAR conteúdos e competências de outras áreas para querer se promover de forma enganosa.

Ensinar e trabalhar com arte na escola é função do professor, profissional e disciplina Artes e não tem nada a ver com a educação física.

A formação academica em Artes se dá em cursos específicos de graduação e posgraduação em Teatro, Dança, Música e Artes Visuais.

Não sei o que alguns cursos  ou professores PICARETAS de educação física andam ensinando por aí mas  NÃO confundam as coisas, a abordagem da educação física é outra totalmente diferente e não inclui nenhum conteudo de artes.  Vi que você estuda na UFOP e sinceramente não acredito que o curso de educação física da UFOP esteja sendo tão PICARETA a esse ponto. Principalmente porque na UFOP tem cursos específicos de graduação em Artes Cênicas.

Vou denunciar isso junto à UFOP, que tem aluno de educação física de lá falando por aí que está sendo ensinado que eles devem se passar de forma ENGANOSA por  profissionais de Artes Cênicas... Vocês devem ou deveriam  ter uma disciplina chamada ÉTICA profissional, pois pelo visto não etão sabendo o que é isso.

 

Por Monica C. M. Souza
em 04-01-2014, às 23h31.

Cara Maria Marta,

Em momento algum meu comentário é pessoal ou ofensivo à você, mas direcionado a qualquer profissional de educação física que tente usurpar a área de Artes. Ofença é um professor de educação física achar que teatro é conteúdo desta área.

Esclarecendo que Dança e Teatro ou qualquer outra atividade artistica NÃO são Atividades Ritimicas da área da Educação Física. De onde você tirou isso pois dos PCN' de educação física ou qualquer Diretriz do Mec é que não foi.

Pela Lei: Atividades de Teatro, Dança, Artes Visuais e Música são conteúdos específicos da disciplina "Artes" e não de Educação Física. Porfessor de Artes é quem tem formação nessa área.

Ao pegar conteúdo de Artes e colocar como atividade de educação física você está se apropriando ilegalmente dos conteúdos de outa área e tentando ROUBAR conteúdos e competências da área e profissionais de Artes. Pois trabalhar com arte ou atividades artisticas na escola não é competência ou função do professor ou da disciplina educação física. Nenhuma atividade artistica é conteúdo de educação física.

De acordo com o Código Penal brasileiro o estelionato é capitulado como crime econômico (Título II, Capítulo VI, Artigo 171), sendo definido como "obter, para si ou para outro, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento."

Ao tentar usurpar conteúdos e se passar de forma enganosa por profissional da área de Artes. Os profissionais de educação física estão se apropriando ilegalmente das competências de uma outra área acadêmica. Isso é querer obter vantagem ILÍCITA às custas do prejuízo e descredibilização de outra área acadêmica. Divulgar que  atividades de teatro, música, dança, artes visuais ou qualquer outra atividade artista é da área de educação física é uma MENTIRA e farsa acadêmica para beneficiar e promover ilegalmente a área da educação física através de meios FRAUDULENTOS. 

Os interesses atrás disso tudo são político mercadológicos ou seja querem se beneficiar às custas do prejuízo de outros profissionais. Ou seja é ESTELIONATO academico mesmo.

 

Por Edison Yamazaki
em 05-01-2014, às 04h50.

Marta e Mabliny, vamos à luta.

Em Tóquio existe uma unidade fixa do Circo Soleil e vários ex-atletas olímpicos foram selecionados para trabalhar lá, inclusive alguns professores de educação física. Aos "artistas" ou atletas, como queiram, precisam realizar trabalhos físicos intensos similares às competições esportivas. As coreografias e outros requisistos necessários para a apresentação do espetáculo são feitos por profissionais da área, quase todos estrangeiros (não japoneses). As áreas da educação física, artes, dança, entre outras, estão ligadas por uma coisa chamada profissionalismo global, que não exclue áreas inter-relacionadas de maneira rígida. A mesma coisa acontece com arquitetos e engenheiros, médicos e psicólogos, etc.

Mônica... Feliz Ano Novo!

Por Maria Marta Conrado
em 05-01-2014, às 09h20.

Voltando ao nosso tema de debate, sabemos que, a Educação Física se constitui numa área de conhecimento, cujos profissionais atuam e tem como objeto de estudo o corpo humano, porém com objetivos e abordagens diferentes das do artista, pois é focada no âmbito da saúde, esporte e lazer, visando o bem estar e condicionamento físico.

Assim, devemos focar  na aprendizagem dos alunos como bem maior, como principal fator para desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida. Educar é mais que formar indivíduos capazes e eficientes dentro de um mundo contemporâneo, educar é formar um cidadão completo, um cidadão preparado para os desafios, dentro de princípios éticos e morais, onde sua relação com a sociedade gera o crescimento, o bem estar com a família, o avanço profissional e realização pessoal. Um ser sensível, criativo, inovador, contemporâneo, crítico, atualizado e forte.

 

Por Jaguaracy Conceição
em 06-01-2014, às 10h07.

Senhora Mônica,

Creio que para diversificar sua estratégia pedagógica qualquer docente pode utilizar a dramatização sem nenhuma pretensão de "ROUBAR" conteúdo alheio. Esse é um espaço aberto ao diálogo e não violência. Vamos com calma.

Por Monica C. M. Souza
em 06-01-2014, às 14h30.

Pois é Edson, quanto tempo ein?...

A diferença do que você exemplifica é que no Brasil  não chegamos a esse grau de civilidade, pois  tem  muita gente  sem ética e noção, que não respeitam as leis, tem também os oportunisas e ignorantes por convêniência, que agem por má fé mesmo.  E só corrigindo a sua fala, não existe Artes e Dança, ou Artes e Música, Artes e Teatro. Pois tanto a dança, quanto o teatro, música e outras são linguagens artisticas.  Artes é uma área de conhecimento com formações especificas nestas  linguagens artisticas (dança, música, teatro, audiovisual, artesvisuais). A formação academica na área de Artes é específica e são as graduações e pós graduações em Dança, Teatro, Música, Artes Visuais e Audiovisual.

Um atleta que  faz apresentações artisticas  NÃO está exercendo a função de atleta e sim de ARTISTA. Você mesmo disse "ex" atletas, poderiam ser ex advogados, ex médicos, ex cozinheiros que mudaram de profissão e passaram a ser artistas.  Atuar como artista é diferente de atuar como atleta, pois são profissões totalmente distintas. Quando um ator, advogado,  participa de um jodo de futebol ele está exercendo a função de atleta. São portanto coisas diferentes.

Eu tô questionando aqui é a formação academica e objetivo de intervenção profissional. No âmbito academico a formação em Teatro por exemplo é específica, mesmo este curso sendo da área de conhecimento das "Artes". Um curso de Direito, Contabilidade, Engenharia Civil ou Educação Física formam profissionais para atuar nestas áreas específicas. Sendo que nenhum destes tem o direito de dizer que forma profissionais/professores de Teatro ou profissional da área de Artes. Dizer o contrário é uma afirmação falsa,  propaganda enganosa e falsidade ideológica.

Pela legislação academica e pelos PCN's o teatro, dança, música, artes visuais e audiovisuais (cinema) são conteúdos específicos da disciplina Artes, a serem ministrados por profissionais desta área. Em algumas instituições já estão sendo oferecidos aulas de artes de cada linguagem artistica específica ou seja aulas de Teatro, Música, Dança e Artes Visuais com professores formados em cada uma destas áreas. Espero que logo esta seja uma realidade em todo o país.

No exemplo que você cita do Cirque du Soleil, que além de um grupo artistico, é uma empresa, eu posso acrescentar à equipe médicos, faxineiros, nutricionistas, fisioterapeutas, contadores, secretárias, advogados, cozinheitos e profissionais de várias outras áreas. Mas duvido que eles contratem um contador, médico ou profissional de educação física para se passar por artista, coreógrafo, ator, diretor de arte ou cenografo.  Pois isso não tem fundamento. É cada um na sua área.

Globalização é uma coisa, querer usurpar e se passar de forma enganosa e oportunista por profissional de outra área é outra bem diferente.  Qualquer empresa ou grupo social  precisa de profissionais de várias áreas. É por isso que existem as profissões. Muitos podem uma, duas ou também MUDAR de profissão pois você mesmo fala "ex-atletas". O que é ridículo é querer confundir as pessoas, para que estas acreditem trabalhar com teatro, música ou dança é conteúdo específico ou função de profissionais de educação física...Pois não é verdade. Isso é tentar se promover de forma enganosa.

Quem sabe algum dia por aqui cheguemos em um nível de civilidade onde um grupo de profissionais trabalhem juntos em um projeto, de forma interdisciplinar onde cada um atue conforme a abordagem da sua área? Uma equipe multi-disciplinar é extremamente rica, porém é preciso ter ética e respeito.  

Já fiz vários projetos onde isso foi possível. Em muitos trabalhos que realizo tento fazer isso, na montagem de espetáculos gosto de envolver principalmente outros profissionais especialistas das outras linguagens da Arte (música, artes visuais), esse hibridismo inter-linguagens artisticas é uma característica marcante da arte contemporânea.

Algumas vezes também trabalho com profissionais de outras áreas. No final deste ano realizeir um Festival Artistico Interdiciplinar sobre a banda britânica "Queen" envolvendo as áreas de  Artes, História, Letras, Sociologia, Filosofia e Inglês.  Só não chamei meus colegas professores de Educação Física que por sinal adoro e respeito demais, porque eles estavam envolvidos em um campeonato na mesma época. Pra ser sincera nem precisava chamar professores de outras áreas, pois era um projeto essencialmente artistico. Porem com o envolvimento de todos o trabalho foi um sucesso, todos apoiaram e tornou-se uma pesquisa escrita bem ampla e consistente, chegando a envolver além dos aspectos de cada disciplina, até a moda da época, culminando com uma apresentação artistica maravilhosa. Contudo, para esse tipo de trabalho ser um sucesso, a abordagem de cada área deve ser bem definida. Os profissionais envolvidos tem que ter ética e respeito uns com os outros e não tentar se passar por especialista de outra área. E não querer "aparecer" achando que é artista ou um especialista em arte,quando não é. Também já fiz trabalhos interdisciplinares até com a área de Física e várias outras, trabalhando em conjunto a Arte com outra área de conhecimento. 

Porém, qualquer diálogo e trabalho fica impossível quando um profisional não tem ética e desrespeita o outro; e ao invés de atuar na sua área quer se promover de forma enganosa roubando conteúdos e competências de outra área.

Enfim é inceitável que profissionais e academicos de educação física pensem que não em nada demais usurpar conteúdos e se passar de forma enganosa por profissionais de Artes.  E pior é inventar que Teatro é conteúdo de Educação Física e que está escrito isso nos PCN's no Bloco de Atividades Ritmicas e Expressivas, isso  foi um pouco demais, pois isso não é verdade. Se eu não estou aqui para desmentir a pessoa, outros profissionais anti-éticos de educação física poderiam achar que isso é verdade. Enquanto esse tipo de coisa continuar acontecendo vou continuar "esclarecendo" as coisas. É lamentável isso para a educação física....

Também espero Edson que o seu comentário "vamos à luta" não seja visto como: "sejam picaretas meninas" e entendido como um incentivo para que estas alunas e outros profissionais de educação física sejam ANTI-ÉTICOS,  não respeitem e tentem descredibilizar os Profissionais de Artes, e ao invés de atuar na sua área que é educação física se passem de forma ENGANOSA por profissionais/professores de Artes e tentem ROUBAR as competências de outra área academica. Pois isso é ilegal, além de ser vergonhoso e anti-ético, suja o nome da área toda.  Só não entendo uma coisa: se a pessoa não quer trabalhar como profissional de educação física porque fazer  esse curso então? 

Edson, sinceramente sempre achei que você fosse um profissional ético e sério, por isso achei estranho esse seu "incentivo", que pode ser mal interpretado...

Tinha uma sábia senhora, professora aposentada na minha cidade que dizia quem acha que em tudo é "especialista", acaba virando é "vigarista"...Cuidado, pois é  isso que está acontecendo com muitos profissionais de educação física...

No mais, feliz ano novo p/ você também.  

Mônica

 

 

Por Roberto Affonso Pimentel
em 07-01-2014, às 10h06.

Olá Mônica,

O barato sai caro!

Pena que não resida no Rio. Foi bastante enfática em suas argumentações a respeito. Tenho um projeto a ser desenvolvido com crianças (8-13 anos) e, posteriormente, com adolescentes, em que incluo o aprendizado de um esporte (no meu caso, o voleibol) e, a seguir, concomitantemente, alguns outros (badminton, basquete etc.) em um local bastante conveniente com 5 ginásios ociosos de um clube no Rio. Como a finalidade precípua é Educar, não terei a preocupação em formação de equipes e muito menos prospectar talentos. Menos ainda de tirar crianças da rua. A visão que tenho é aglutinar atividades que despertem o indivíduo para sua plena realização como sujeito e cidadão. Dessa forma, estâo previstas atividades diversas que serão oferecidas àqueles que se interessarem, como teatro, desenho e um coral. A criança teria então a oportunidade de, no mesmo espaço, compartilhar e desenvolver-se sem grandes deslocamentos, inclusive de seus responsáveis. 

Certamente estará prevista a participação de profissionais da área, que serão contratados para desenvolver projeto paralelo, inclusive com repercussão nacional. Assim espero, pois estará disponível na web em www.procrie.com.br/procrienoprezi/  

Feliz Ano Novo e permaneça coerente com seus pensamentos e ações.     

Por Mabliny Thuany Gonzaga Santos
em 07-01-2014, às 11h15.

Mônica,

Gostaria que você relesse meu comentário e observasse se em algum momento eu disse que o profissional de educação física deve ministrar aulas de artes.

 

Obrigada!

Por Leandro Stampini
em 10-01-2014, às 17h37.

São muitos os benefícios da dança para os indivíduos, tanto psicológico como cognitivo e motor, porém a dança na escola é apenas utilizada em eventos festivos ou como atividade extracurricular. A dança é conteúdo da Educação Física; está incluída no bloco de conteúdos dos Parâmetros Curriculares Nacionais de Educação Física. Concordo com a Mabliny e Maria Marta, não tem ninguém roubando nada e muito menos agindo de maneira errônea. Esse espaço é para se ter um debate e não uma briga. Edison disse muito bem sobre o profissionalismo global. Com tantas pós será que é tão difícil entender?

Por Monica C. M. Souza
em 11-01-2014, às 00h59.

Caro Leandro

Ainda bem que nem todo profissional de educação física é ignorante e anti-ético. Porém lamentavelmente o seu texto denota ignorância, desrespeito, falta de inteligência e de conhecimento. È fato que  alguns profissionais de educação física por aí, agem por oportunismo e má fé mesmo. Mas prefiro acreditar que nem todos são assim, alguns falam bobagem por desconhececimento mesmo. Não sei se é o seu caso mas deve ser melhor ser considerado ignorante do que criminoso, anti-ético e estelionatário não? Por isso vou ter paciência com você e ser bem didática com o seu comentário: 

1) É claro que são muitos os benefícios da Dança para os indivíduos. Se tivesse um mínimo de conhecimento saberia que a  Arte é essencial ao ser humano. A História da Arte é milenar. E não é só a Dança, mas as Artes Cênicas em Geral,  Teatro/Circo e também a Música, as Artes Visuais (pinturas, esculturas, desenhos) e Audiovisuais (cinema).  Porém todos estes conteúdos não  tem nada a ver com a área da Educação Física.    

2) Talvez por desconhecimento você fala mais uma bobagem e está equivocado  quando diz:... porém a dança na escola é apenas utilizada em eventos festivos ou como atividade extracurricular. Não sei de onde você tirou isso, INVENTOU por conveniência? Procure se esclarecer para não sair por aí falando mais  bobagens como esta.  Você não tem vergonha de desrespeitar os profissionais de outra área não? Se quer respeito tem que aprender a respeitar e ter ética.  Pela sua fala você é da área da educação física, mas é estudante?  já se formou?  Não coloca nada no perfil por VERGONHA , falta de identidade ou o que?  Sinceramente figuei com VERGONHA por você, tamanha a sua IGNORÂNCIA, falta de ética e de noção.   Mas para facilitar LEIA as intruções do MEC, legislação trabalhista e diversas outras. Se quiser te envio um manual de intruções, inclusive  alguns artigos que escrevi.

A sua visão de dança e de arte é de quem não sabe "o que"  e "do que" está falando, obviamente por não ser profissional desta área. Mas aprenda uma coisa: Não subestime a inteligência dos seus alunos. E além de ensinar, eu aprendo com eles todos os dias. Meus alunos aprendem arte como linguagem, expressão e forma de conhecimento, aliando teoria, técnica e muita prática. E até agora durante as suas férias vários alunos me mandam mensagens sobre os filmes e vídeos de documentários de dança que andam assistindo.  E quer  saber o melhor eles vão a shows e espetáculos artisticos e fazem isso não por nota ou obrigação, mas porque querem e aprenderam a gostar de Arte. Hoje eles conhecem de História da Arte, à teoria e prática de técnica de fotografia e cinema, bem como o trabalho dos maiores artistas e grupos de dança, teatro e música do mundo, conhecem  e sabem discutir conceito e estética artistica como poucos.   E este tipo de trabalho só é possivel quando se tem seriedade, ética, formação e competência.   Eu não tento passar por profissional de uma área que não sou.

3) Para sua informação, Artes é uma área de conhecimento autônoma com formação específica. Dança é conteúdo obrigatório e específico da disciplina ARTES no currículo escolar. Leia os Parâmetros Currriculares Nacionais - Artes  e as inúmeras intruções do MEC, além da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Na dúvida, veja no link:  http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro06.pdf

4) Em suas afirmações  mais uma vez  você se equivoca, e fala bobagens pois Dança NÃO é conteúdo de Educação Física.  Segundo os PCN's, os conteúdos de Educação Física são divididos em Três Blocos:  Leia o link acima dos PCN's da Educação Física (Pag 35) http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro07.pdf

     - Conhecimentos sobre o corpo

     - Esportes, jogos, lutas e ginásticas;

     - Atividades rítmicas e expressivas

OBS.: Dança não é conteúdo específico da área da Educação Física, ela  aparece apenas de ativiade instrumental, dentro do Bloco de Atividades Ritmicas e Expressivas, uma vez que o Profissional de Educação Física é um especialista em atividades físicas e desportivas. A abordagem da dança pela educação física é completamente diferente da abordagem da área de Artes. A dança na educação física deve ser usada como forma de atividade física, sensório motor, condicionamento físico etc.  

Os próprios PCNs de Educação Física afirmam que a abordagem da dança nesta disciplina é apenas COMPLEMENTAR, pois o Conteúdo DANÇA faz parte do documento dos PCN  e da Disciplina ARTES.  Onde deverá se desenvolver um trabalho de dança, mais completo  no que tange aos aspectos criativos e à concepção da dança como linguagem artística.(Veja a página 38 dos PCN's da Educação Física).

5) O curso superior que forma profissionais de Dança é uma Graduação em Dança. No caso da Licenciatura em Dança forma o Professor de Dança. Este curso pertence à área de conhecimento das Artes: Veja na tabela de áreas de conhecimento do Ministério da Educação: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/avaliacao/TabelaAreasConhecimento_072012.pdf

Essa tabela de áreas e cursos vale não só para o Brasil mas é similar para todo o mundo. Além disso existem a Classificação Brasileira de Ocupações do Minsitério do Trabalho feita em consonância com a Classificação Mundial de Formações e Profissões. Também temos as Legislações Federais específicas de  profissões regulamentadas a profissão do Artista e Técnico de espetáculos é regulamentada pela Lei 6.533/1978 que é específica para os Artistas e Profissionais da área de Artes Cênicas (Teatro, Dança e Circo). E que no âmbito superior inclui os graduados em Teatro e Dança.

A profissão dos Profissionais de Educação Física tem a sua propria Lei e regulamentação que é totalmente diferente.

Não estou aqui ofendendo a área muito menos os profissionais de Educação Física. Apenas afirmando uma VERDADE: Artes e Educação Física são áreas toalmente diferentes, com formações e objetivos de intervenção profissionais totalmente distintos. Não entendo essa insistência de profissionais de eduação física em querer FINGIR que é profissional e professor de Artes, ou inventar  um vínculo que não existe. É bem simples: Da mesma forma que um profissional de Artes não é Professor/Profissional de Educação Física, o profissional de educação física também NÃO é profissional ou professor de Artes. Não estou falando que seja melhor ou pior apenas DIFERENTES.

 6) Os Cursos de Educação Física são da área das Ciências da Saúde e não tem nada a ver com a área de Artes. Cursos de Educação Física NÃO  formam profissionais e/ou Professores de Dança. A dança na educação física é apenas uma atividade física intrumental e assim como a ginástica, as lutas e o esporte que visa condicionamento físico. Sendo da sua competência prestar serviços que favoreçam o desenvolvimento da educação e da saúde, restabelecimento de níveis adequados de desempenho  e condicionamento fisiocorporal, bem-estar, prevenção de doenças, de acidentes, de problemas posturais, da compensação de distúrbios funcionais, contribuindo ainda, para  consecução da autonomia, da auto-estima, da cooperação, da solidariedade, da integração, da cidadania...(Vide Estatuto dos Profissionais de Educação Física)

Pela Lei que regulamenta a sua profissão, a Educação Física é uma área de conhecimento e de intervenção acadêmico-profissional que tem como objeto de estudo e de aplicação o movimento humano, com foco nas diferentes formas e modalidades do exercício físico, da ginástica, do jogo, do esporte, da luta/arte marcial, da dança, nas perspectivas da prevenção de problemas de agravo da saúde, promoção, proteção e reabilitação da saúde (Vide Lei que regulamenta a profissão da educação física)

O Profissional de Educação Física é um profissional especialista em atividades físicas e desportivas. E tem como propósito de intervenção de prevenção, promoção, proteção, manutenção e reabilitação da saúde, da formação cultural e da reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer e da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas.  

* Ou seja totalmente diferente...

5) Como Professores e Educadores temos que ser éticos. Porém  como profissional de educação física, se ao invés de atuar na sua área  você tenta enganar as pessoas e quer se passar de forma ENGANOSA por profissional/professor  de Artes (Dança, Teatro, Música, Artes Visuais, Audiovisual, Circo etc). Com isso você éstá tentando ROUBAR as competências de outra área sim. Que tipo de exemplo você quer dar com isso. Ensinar seus alunos a serem picaretas e ladrões?

6) Você concorda com a Mabliny e Maria Marta em que?  Você acha que profissionais de Educação Física devem ser PICARETAS e antiéticos e tentarem se passar por profissionais de Artes?  Viu o último email da Mabliny, tentando se explicar?  Tenho certeza que a UFOP não gostaria  nada de saber e/ou ter seu nome exposto a todos  por  alunos de educação física falando que estão sendo incentivados a ROUBAR outra área academica dentro da própria instituição. Aliás  pegar MUITO MAL um processo e exposição negativa deste tipo para o curso de Educação Física de lá não?   7) Mais alguma dúvida? Todas as minhas afirmações são corretas,  embasados e amparados pela Legislação e na ètica profissional. Por que você acha que TODOS os profissionais de educação física que denunciei aqui ficaram em silêncio e se esconderam com medo e vergonha. Porque viram que estavam errados que estavam infringindo a Lei.   8) Não entendo essa insistencia de profissionais ANTI-ÉTICOS de educação física em querer se passar de forma ENGANOSA por profissional de outra área. Se não gosta e não que ser profisional de educação física MUDE de área. Aqui tem muitos profissionais éticos mas já vi  vários profissionais de educação física ANTI-ÉTICOS querendo FINGIR de forma enganosa que são profissional/professor de Artes (dança, teatro, música, circo, etc). Só espero Leandro Stampini, que você não seja mais um. Pois não tenho pudores em  denunciar picaretas e aí você vai ver o que acontece.   9) Faça um bem para você mesmo, sugiro que vá atuar na sua área e não tente se passar por profissional de outra área. Porém se insistir e se essa área for Artes (Dança, Teatro, Música e/ou Artes Visuais) posso  denunciá-lo formamente.  e aí verá o que acontece com você e as instituições envolvidas. Fraude e Estelionato é pouco, pior é ver o nome sujo, denunciado por falta de ética por aí não?... Acho que quem não entendeu  a gravidade disso foi você .....   PS.: Edison, viu como seu incentivo está sendo deturpado e usado para incentivar os PICARETAS?  

Por Leandro Stampini
em 13-01-2014, às 21h54.

Desculpa mas eu nem Li!

Por Monica C. M. Souza
em 24-01-2014, às 01h49.

kkk , Não sabia que  além de anti-ético e sem noção você era analfabeto... 

Por Maxiano Dâmaso Martins
em 25-01-2014, às 21h56.

A educação física serve não apenas na contribuição para despertar talentos esportivos ou como a disciplina “mais legal da escola”. Mas sim se aplicada de forma interativa e de modo que se trabalhe  conteúdos culturais da sociedade,ela contribui para  um conjunto de aprendizagens sobre a cultura corporal,  que pode proporcionar à formação de um cidadão.

Por Rafael Alves
em 27-01-2014, às 00h16.

Não há como opor-se que a dança contribui no processo ensino aprendizagem. Por meio dessa arte adquiri-se um desenvolvimento gradativo, com melhora no rendimento escolar, mudança positiva no comportamento, entre muitos outros aspectos, devido à dança ser uma atividade completa que exercita corpo, mente e alma. Por isso é necessário a introdução dessa arte nas escolas, a fim de que as crianças tenham acesso à arte e à cultura.

Já a educação física em si tem o intuito que com as aulas ministradas, o aluno possa adquirir conhecimento de como melhorar a qualidade do movimento, conhecendo as informações essenciais das habilidades motoras básicas e suas combinações, para aplicá-las na organização espacial e temporal dos diferentes jogos. Ampliar seu repertório motor, demonstrando capacidade de executar as habilidades básicas de locomoção, manipulação, estabilização e suas combinações, adquirir conhecimentos acerca das dimensões biológicas, comportamentais e socioculturais do movimento, suas implicações e os aspectos conceituais inerentes a ela.  Ter acesso à cultura do movimento, conhecendo a história, as regras e as curiosidades sobre jogos, esportes, atividades rítmicas e expressivas, ginástica e lutas.

 

Por Leisi Fernanda Moya
em 28-02-2014, às 18h07.

Nossa, quanto preciosismo por parte da Monica!! Defende tanto a dança e desmerece tanto nós profissionais da Educação Física, mas, não entendo porque está num debate da área que tanto faz questão de criticar. Coloca os profissionais todos em um único balaio, denominando-os de anti-éticos, entre outros termos pejorativos, no entanto, não consigui ainda perceber tanta ética e detenção de saber de sua pessoa. Defende tanto que a dança é da ARTE, no entanto, não fosse eu ensinar a dança na escola em que trabalho os alunos não aprenderiam nada sobre essa manifestação cultural, visto que a professora de ARTE diz que não é obrigada ensinar dança!!! Sejamos mais humildes e tenhamos mais respeito uns com outros, acredito que não seja o caso de disputar quem é dono ou não do saber sobre a dança e de seu espaço no meio escolar. A questão que deveria ser mais debatida é o quanto a dança NÃO é ensinada nas escolas, seja por professores de Educação Física, seja por professores de Artes. Disputa infantil e acrítica essa! A questão é que o conhecimento é direito de todos e o acesso a ele deveria o ser também!!

Por Monica C. M. Souza
em 28-02-2014, às 18h59.

Cara Leisi,

Respeito gente humilde, mas não respeito gente picareta. São coisas bem diferentes, não justifique  picaretagem dizendo que isso é humildade.

A dança na escola é conteúdo da disciplina Artes. Os PCN Artes-Dança são orientações para a disciplina Artes e não gente picareta de outras áreas. Dança pertence à área de Artes não só aqui no Brasil, mas em qualquer país do mundo onde existe esta formação. 

Profissional de Educação Física não é profissional e/ou professor de qualquer tipo de atividade artistica e de espetáculos cênicos. Não sei porque a insistência...  

A dança na educação física é apenas uma atividade instrumental para ser usada como ginástica. Se vc faz isso está tudo bem. Agora se você quer montar espetáculos cênicos e fazer apresentações artisticas, isso NÃO tem nada a ver com os propósistos da sua área. E aí te chamo de PICARETA e ANTI-ÉTICA sim. Quer apenas "aparecer" se passando de forma enganosa por profissional de outra área que não é a sua. 

É obvio que se você é professora de educação física deveria ministrar os conteúdos inerentes à sua área e formação, visando atender aos propósitos de intervenção da sua área que diferem-se totalmente da área de Artes.  Quer dizer então que se a professora de Matemática não ensinar um determinado conteúdo, vc vai achar que é pofessora de Matemática também? Só rindo mesmo da falta da sua falta de noção. 

A formação como Professor de Dança se dá numa Licenciatura em Dança que pertence à área de Artes.  Vai trabalhar com educação física que é a sua profissão. Se não gosta disso mude de área.

Para sua informação, quem me conhece pessoalmente sabe o quanto defendo e respeito o ensino da educação física na escola.  A ainda bem que a maioria dos profissionais de educação física que conheço, são MUITO éticos. Independente da formação não repeito gente picareta. Se você fosse formada em Geografia e tentasse se passar por professora de Artes eu falaria a mesma coisa. Não é querendo se passar de forma enganosa por professora de Artes-Dança que você vai ter respeito de alguém. Penso que os professores tem que ter mais ética entre si e respeitar a formação e os conteúdos das outras disciplinas. 

Graças a Deus que nossa realidade está mudando , a cada dia aumenta os cursos de Graduação em Dança pelo país. Espero que em pouco tempo também tenhamos a obrigatoriedade do ensino da Dança, Teatro, Música e Artes Visuais  nas escolas  em disciplinas específicas e por professores com formações específicas em cada uma destas áreas. Aliás está em fase conclusiva no congresso uma lei quanto a isso.

Portanto sua desculpa picareta para trabalhar com dança não convence mais.

At

 

Por Leisi Fernanda Moya
em 28-02-2014, às 19h21.

Desculpa, você é muito ridicula. Não dá tesão discutir com você. Não precisa agredir outros para se defender...aliás...faz isso quem realmente acha que tem que se defender de algo. Manera sua lingua, ao invés de defensora de algo, tá parecendo uma louca que pegou o brinquedinho na mão e não quer dividir com coleguinhas...totalmente ridícula!!!

Passar bem senhora defensora dos indefesos e coitadinhos professores de Artes!!!

 

Por Monica C. M. Souza
em 28-02-2014, às 19h28.

 

Viu que tava ERRADA. Apelou perdeu... Sugiro agora que vá atuar na sua área ... Se não percebeu mas ridículo  é vc que quer FINGIR de forma enganosa que é professora de outra área e ser desmascarada...

Infelizmente tenho que ser pedagógica com gente ignorante mesmo! 

Por Tatiana Aparecida Pereira
em 04-05-2014, às 11h24.

O profissional de Educação física na maioria das vezes pode atuar em conjunto com profissionais de outras áreas, como por exemplo, fisioterapeutas e profissionais da arte cênica. Juntos, possuem a capacidade de desde cedo promover o desenvolvimento físico, social e cognitivo de um indivíduo, dando grande ênfase aos movimentos e expressões corporais. Mas vale ressaltar, que cada profissional deve respeitar os limites e o espaço um do outro, sendo cada um exercendo o seu conhecimento.

Por Domingas Lima Vitorino
em 07-06-2014, às 18h45.


voce pode mim explicar um pouco sobre a "Educação fisíca na Educação infantil" ? muito obrigada.

Por Tatiana Aparecida Pereira
em 20-06-2014, às 00h31.

A Educação Física tem um papel fundamental na Educação infantil, pela possibilidade de proporcionar às crianças uma diversidade de experiências através de situações nas quais elas possam criar , inventar, descobrir movimentos novos, reelaborar conceitos sobre o movimento e suas ações. A Educação Física é também fundamental para que a criança possa descobrir os próprios limites, enfrentar desafios, conhecer o próprio corpo, aprender a se relacionar com as pessoas e também pode perceber desde cedo a origem do movimento.

Por Sueli de Fátima Lopes da Silva
em 27-06-2014, às 20h50.

A Educação Física se fundamenta na concepção do corpo em movimento, considerando que cada  corpo carrega  consigo  uma  história  e  toda  sua   subjetividade através  das  dimensões culturais,políticas,afetivas e sociais.Assim a importância da educação Física é garantir o acesso a todos os estudantes à prática da cultura corporal, considerando o empenho que cada um tem na descoberta de suas possibilidades  motoras.

Por Tatiana Aparecida Pereira
em 13-07-2014, às 23h32.

No século passado a educação física teve uma forte influência dos militares onde o principal objetivo da Educação física era criar um atleta, ou seja, a busca contínua pelo desempenho esportivo e pela vitória. Hoje, a Educação Física se destaca em vários campos de trabalho, desde a área da saúde até uma sala de aula. E justamente por isso possui uma bagagem muito ampla para ensinar a todos os alunos, pois a Educação Física é muito mais que esporte.

Por Filipe Mafra
em 15-07-2014, às 19h57.

Mas alem dos benefícios físicos, temos os benefícios sociais. Através da Educação Física Escolar os alunos aprendem a melhorar o convívio com os colegas da sala, respeitando-os, levando esse respeito com os semelhantes para toda a vida. Aprendem que não existe somente a competitividade, tão presente nos esportes, mas alem dele, existe a cooperação no próprio esporte e também através dos jogos cooperativos os quais o importante é cooperar para alcançar um objetivo comum. Não somente, a Educação Física proporciona o aumento da auto estima, diminui a probabilidade do jovem se envolver com distúrbios comportamentais, delinquência juvenil e as drogas que literalmente arrasam a vida do aluno e da sua família.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.