A Educação Física na Barca de Caronte?

Por: .

Blog do CEV - 2021

Send to Kindle


A Educação Física na Barca de Caronte?

Respeito os outros, suas opiniões, suas posições políticas... Respeito a diversidade social e cultural... Respeito a democracia.

Neste sentido, expresso minha profunda tristeza, perplexidade e contrariedade com a ação impetrada pelo CREF4/SP, no dia de ontem, 16/03/2021 (os conselheiros dirigentes da referida entidade informaram, por meio de nota, que: “Buscando tornar possível o exercício da profissão de Educação Física a favor da saúde da população, nesta terça-feira [16], o CREF4/SP impetrou ação judicial contra o Governo do Estado de São Paulo objetivando a reabertura das academias e locais para a prática de atividades físicas”).

Nem vou debater esta questão. Decidi não mais dialogar com quem quer que seja, que esteja alinhado com os que pregam, defendem e vibram com as (des)orientações acerca da PANDEMIA do Coronavírus e que levam o nosso país a navegar por águas turvas, sem rumo(?)... Não!!! O país com seu Capitão no leme (este ser que está cada vez mais parecido com Caronte) navega com força, com remadas e mais remadas (fanáticas) dos adoradores de Hades para o reino deste... Infelizmente o Brasil se configura dia a dia, como os rios Estige e Aqueronte.
Caronte, filho da noite e das sombras, é a pura expressão do mal-humor. Ele é o barqueiro encarregado de transportar os mortos à sua morada final, o SUBMUNDO (alguns podem entender como INFERNO). E navega por estes rios, com a barca cada vez mais cheia, com uma expressão sarcástica e aterrorizante, olha para margem e parece mesmo se deleitar e estar satisfeito... A cada dia mais almas, nesta data em que a referida ação fora impetrada, embarcaram mais 2841 almas (segundo o “Painel de casos de doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19) no Brasil pelo Ministério da Saúde” -https://covid.saude.gov.br/
Vale lembrar que em nosso país, a maioria da população, nem depois da morte, descansa...

Caronte, impiedoso, só faz a travessia daqueles que podem pagar... Aqueles que não puderem pagar pela travessia, terão de vagar (como mortos que não têm o direito de descansar) pela margem do Rio Aqueronte por pelo menos um século (será que foi isso que inspirou a recente Reforma da Previdência?).

Triste saber que professores de Educação Física, em vez de ajudar a propulsar a vida na embarcação da ciência e do bom senso, preferem ajudar Caronte (nosso Capitão), a remar a Barca do Inferno com toda força e escárnio, pelos rios Estige e Aqueronte, que parecem ter sido renomeados com a alcunha de Brasil.

Triste! Pensei em dizer que sinto vergonha, mas não sinto...não sou eu que está fervorosamente vibrando com as ações de Caronte!
Viva a Educação Física. Viva a Ciência. Viva a VIDA!

PS: Atenção – se você não entendeu o texto, pode ser que seja pelo fato de acreditar fanaticamente que o Capitão é um mito... Só que não!!! Vá estudar e pesquisar sobre a mitologia grega, aí entenderá o que são mitos e as referências e analogias que fiz no texto.

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.