A Festa na Praia: Bares Pé-na-areia na Zona de Expansão Urbana de Aracaju-sergipe

Por: Marina de Souza Sartore.

VII Colóquio de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humana

Send to Kindle


.Resumo

Neste artigo, argumento que os bares pé-na-areia situados na Zona de Expansão Urbana de Aracaju constituem uma festa particular opondo-se ao baile popular, de modo que a sua existência redefine as práticas balneárias do litoral onde estes bares estão situados. Para sustentar o meu argumento, desenvolvo três argumentos: o primeiro teórico, a partir de uma regressão sociológica pelas obras de Émile Durkheim a partir das palavras popular (pública e gratuita) versus particular (privada e paga). Os dois últimos argumentos são empíricos, ao (1) ilustrar a disputa entre público e privado a partir do caso da disputa pela demolição dos bares pé-na-areia e (2) a linha tênue entre o gratuito e o pago a partir de entrevistas com os proprietários dos bares.

Endereço: http://motricidades.org/conference/index.php/cpqmh/7cpqmh/schedConf/presentations

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.