A Formação da Corporalidade no Trabalho Precarizado: a Omnilateralidade às Avessas

Por: Hugo Leonardo Fonseca da Silva.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


.Resumo

O artigo discute a relação entre corpo, trabalho e subjetividade humana, recorrendo à discussão sobre as metamorfoses do mundo do trabalho pelo modelo de acumulação flexível. Para isso, apoia-se, em pesquisa bibliográfica. Aborda como as novas formas de gestão e organização do trabalho se constituem em processos formativos com implicações sobre a corporalidade viva do trabalho como um elemento significativo da captura da subjetividade do indivíduo trabalhador.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.