A Influência do Ciclo Menstrual na Flexibilidade em Praticantes de Ginástica de Academia

Por: Roberto Simão e Solange Mattos Melegario.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.12 - n.3 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve por objetivo investigar se existem diferenças no grau de flexibilidade nas fases do ciclo menstrual de mulheres adultas jovens praticantes de ginástica de academia. A amostra intencional foi composta de 20 mulheres, com idade de 18 a 35 anos (25,8 ± 6,06), com o ciclo menstrual regular (28 até 32 dias) e que não faziam uso de anticoncepcional oral. Dados referentes ao ciclo menstrual e atividade física habitual foram obtidos através da aplicação de um questionário. A flexibilidade foi aferida através da goniometria, utilizando-se oito movimentos, em três fases do ciclo menstrual. Os sujeitos foram submetidos a um teste hormonal, em que foram verificadas as taxas de estrona, estradiol e progesterona. O tratamento estatístico foi feito através de análise descritiva e inferencial (teste de Kolmogorov-Smirnov e ANOVA). Os resultados encontrados demonstraram que não houve diferença significativa (p < 0,05) no grau de flexibilidade do grupo estudado, durante as fases folicular, ovulatória e lútea do ciclo menstrual.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v12n3/v12n3a03.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.