Ajuste Polinomial Como Nova Técnica Para Determinação da Velocidade do Lactato Mínimo com Redução de Coletas Sanguíneas

Por: Carmen Sílvia Grubert Campbell, Emerson Pardono, Guilherme Morais Puga, Herbert Gustavo Simões e Rafael da Costa Sotero.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.9 - n.4 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O propósito do estudo foi analisar a possibilidade de identificação da velocidade de lactato mínimo (LM) e de se estimar a máxima fase estável de lactato (MFEL), aplicando a função polinomial de segunda ordem a partir de apenas três estágios do teste do LM. Participaram do estudo 17 homens fisicamente ativos (24,1 ± 4.0 anos; 23,8 ± 2,2kg.m2(-1) IMC; 11,7 ± 3,8% gordura corporal) realizaram: 1) corrida de 1600m no menor tempo possível para cálculo da velocidade média (1600mV); 2) “sprint” de 150m para indução de hiperlactatemia e um teste incremental (Tin) consistindo de 6x800m a intensidades de 78, 81, 84, 87, 90 e 93% do 1600mV; 3) 2 a 3 sessões de 30 min de corrida em intensidade constante para determinação da MFEL. O lactato sanguíneo [lac] foi determinado pelo método eletroenzimático (YSI - 2700 SELECT). O LM foi identificado visualmente (LMv) bem como aplicando ajuste polinomial usando todos os 6 estágios (LMp), o 1º, 3º e 5º estágios (LMp135), o 1º, 3º e 6º estágios (LMp136) e o 1º, 4º e 6º estágios (LMp146) do test incremental. ANOVA evidenciou não haver diferenças entre as velocidades (m.min-1) identificadas pelo LMv (196,0 ± 17,8), LMp (198,0 ± 17,6), LMp135 (197,7 ± 17,6), LMp136 (200,0 ±17,2), LMp146 (199,7 ±18,1) e MFEL (198,7 ± 16,6) (p>0,05), e alta correlação entre os métodos estudados (p<0,01). A identificação do LM aplicando a função polinomial em apenas 3 estágios, demonstrou ser válida em estimar a MFEL e útil por possibilitar redução no número de coletas de [lac] durante o teste.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/4100

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.