Análise da Especificidade das Demandas Físicas de Pequenos Jogos com Formatação 4 Vs 4 no Futebol

Por: Marcelo Souza Luchesi.

59 páginas. 2020 14/08/2020

Send to Kindle


Resumo

O futebol é um esporte intermitente em suas ações e as exigências impostas aos atletas desta modalidade são altas complexas. Assim, jogadores de futebol têm de alcançar alto nível de aptidão física através das rigorosas estruturas de treinamento. Além disso, nos últimos anos, a exigência física vem aumentando dentro das partidas de futebol, e atingir altos níveis de desempenho no futebol, sobretudo desenvolvimento específico, em uma variedade de qualidades físicas como força, velocidade e resistência, a fim de satisfazer as demandas físicas e fisiológicas da competição são os maiores desafios. O objetivo deste estudo foi analisar a especificidade das demandas físicas em treinos de pequenos jogos (4vs4) com variação na relação das medidas de comprimento e largura em relação ao jogo (11vs11) no futebol. A amostra foi composta por atletas de linha de futebol masculino, da categoria sub-20 (n=16). Para caracterização da amostra foram realizados testes durante o período da pré-temporada: Avaliação antropométrica - massa corporal (kg), estatura (cm) e percentual de gordura (%) por meio do método de dobras cutâneas; avaliação física - estimativa do consumo máximo de oxigênio (Yoyo-test) e velocidade de corrida (Speed-test). Após o fim da pré-temporada e início do período competitivo, foram coletados dados de desempenho físico dos atletas durante jogos oficiais por meio do sistema de posicionamento global (GPS). As análises foram realizadas de acordo com o calendário de competições do clube participante. Foram analisados os jogos da equipe na temporada 2019, sendo analisado 1 tempo de jogo em todos os jogos oficiais de cada atleta no ano e 4 sessões de treinos de pequenos jogos de 4vs4 com dimensões de campo variando em 2 formatos com dimensões opostas de comprimento e largura, 26x40m e 40x26m. Os dados obtidos foram analisados pelo programa Polar Team® Pro 10 GHz GPS system – não interpolado (Kempele, Finland). Foram analisadas a carga interna e externa, sendo monitorada a distância total percorrida, as corridas realizadas em alta velocidade e velocidade muito alta e também as acelerações e as desacelerações. Foram analisados os valores da carga interna: TRIMP e percentual da frequência cardíaca em relação à frequência cardíaca máxima. Para definir as corridas como alta velocidade ou aceleração foram utilizados valores propostos na literatura específica. Os resultados demonstraram que, no geral, a carga relativa de jogos foi mais alta que a dos dois formatos de treino estudados e que 4vs4 apresentou baixa especificidade quando comparado ao jogo. Além disso alterar a dimensão do campo de pequeno jogo deixando dimensão maior na largura que o comprimento não aumentou a especificidade desta atividade.

Endereço: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.xhtml?popup=true&id_trabalho=10733789

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.