Análise do Desempenho Técnico-tático Durante o Campeonato Brasileiro de Karatê Shotokan

Por: André Domingos Lass, Julio Cesar Bassan, Marcelo Roamanovitch Ribas, Meire Ane Schimitka Pereira e Thiago Alexandre Barbosa.

Journal Of Physical Education - v.31 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo do presente estudo foi identificar as técnicas mais utilizadas por medalhistas e atletas derrotados durante o Campeonato Brasileiro de Karatê Shotokan de 2017. Onze lutas envolvendo treze atletas com 28.5 ± 3.7 anos que disputaram a categoria 1º. KYU até 65 kg foram investigados. A análise foi realizada por seis especialistas por meio da observação e registro de técnicas utilizando planilha tática e técnica de Scout de Karatê. O teste Anova foi utilizado para comparar as ações e técnicas mais utilizadas. O teste do qui-quadrado para amostras independentes foi utilizado para verificar a existência de diferenças significativas entre as técnicas utilizadas pelos atletas vencedores e derrotados (p<0.05). Os resultados mostram que o ataque mais frequente durante as lutas foi "Mawashi geri", 26.3 ± 1.5 vezes, seguido de "Gyaku zuki" com 19.5 ± 2.0 vezes (p<0.01). A ação tática mais visualizada durante os combates foi o ataque com 47.5 ± 5.5 vezes (p<0.01). “Mawashi geri” foi o ataque mais usado (p=0.01) pelos vencedores 71.4% quando comparado com os atletas derrotados 28.6%. Em conclusão o ataque “Mawashi geri” foi a decisão mais assertiva usada na categoria até 65 Kg.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/45214

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.