Análise de Variáveis Cinemáticas da Corrida de Jovens Velocistas

Por: Carlos B. Mota, Fernanda Stoffels, Ivon da Rocha Júnior, Juliano Dal Pupo e Ricardo S. Kober.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.7 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

RESUMO O objectivo deste estudo foi descrever e analisar, sob o ponto de vista cinemático, o desempenho de jovens velocistas na fase de velocidade máxima da corrida, caracterizando e comparando os valores das variáveis cinemáticas destes velocistas com atletas de nível. Fizeram parte deste estudo 7 atletas, 4 do sexo masculino e 3 do sexo feminino, com idades entre 14 e 18 anos, da cidade de Santa Maria-RS. Para a análise cinemática foi utilizado o sistema Peak Performance, Inc. utilizando 2 câmaras de alta frequência operando à 180 Hz. As variáveis analisadas são relativas a um passo (2 apoios consecutivos), na fase de velocidade máxima da corrida. Cada sujeito realizou três tentativas. Os resultados encontrados mostraram similaridade das variáveis ângulo do tronco (Atron) e ângulo da coxa (Acox) com os valores encontrados na literatura para velocistas de nível mundial. No entanto, apesar de apresentarem algumas características semelhantes aos atletas de elite, os jovens velocistas estão aquém do comportamento destes em variáveis consideradas de grande importância para a performance nas corridas de velocidade, tais como amplitude e frequência de passo (Cp,Fp), distância de contacto (Dcon), oscilação vertical do CG (Ocg) e tempo da fase de suporte (Tfsup) e aérea (Tfae). Essas diferenças estão prioritariamente ligadas a factores como características físicas e nível de treinamento dos atletas, o que por sua vez pode estar associado com a idade e o tempo de prática dos jovens velocistas. 

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-05232007000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.